Jobim anuncia redução na pista

O ministro da Defesa, Nelson Jobim, anunciou mudanças no Aeroporto de Congonhas, na zona sul de São Paulo, onde, em julho, aconteceu o maior acidente da aviação brasileira. Com base em estudos do próprio ministério que apontaram a necessidade de que sejam criadas áreas de escape no local, o comprimento das duas pistas de Congonhas será reduzido, obrigando as empresas aéreas a readequar suas operações.
As áreas de escape reduzirão a extensão as áreas de pouso de decolagem da pistas. Desta forma, a partir de sábado, quando a medida entrar em vigor, empresas aéreas e pilotos terão de considerar que a pista principal tem 1.640 metros, e não mais 1.940 metros. A diferença de 300 metros será destinada às áreas de escape, que terão 150 metros em cada uma das cabeceiras.
Já a pista secundária, que hoje opera com 1.435 metros, passará a dispor de 1.195 metros. A princípio, não haverá qualquer alteração na superfície das pistas, que continuarão com as mesmas características físicas. Futuramente, as áreas poderão receber britas. Segundo o ministro, a medida visa aumentar a segurança dos vôos com a criação de novas áreas.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email