Iveco anuncia recurso de R$ 375 milhões para AL

A Iveco anunciou ontem em São Paulo, que reviu para cima os investimentos previstos para a América Latina. A empresa vai investir R$ 375 milhões no período 2008-2010 na região, ou R$ 125 milhões por ano. Em janeiro de 2007, a empresa havia confirmado o valor de R$ 150 milhões para o biênio 2007-2008, ou R$ 75 milhões por ano.
“Vamos investir mais em função do sucesso que a Iveco está obtendo nos mercados da região, em especial no Brasil, onde a empresa aumentou suas vendas em 95% de janeiro a setembro deste ano, contra 30% de crescimento do mercado”, explicou Marco Mazzu, presidente da Iveco Latin America. “Vamos acelerar”.

A primeira das iniciativas incluídas neste pacote de investimentos é a decisão de produzir as cabines de seus caminhões pesados na fábrica de Sete Lagoas (MG) a partir de janeiro de 2008. Com isso, a empresa pretende ampliar em 20% o ritmo de produção diária de pesados, que hoje é de 23 unidades/dia, para 28 unidades/dia a partir do primeiro mês do ano que vem. “Isso significa capacidade para produzir 6.000 caminhões pesados por ano”, explicou Mazzu.

Um benefício adicional é que a produção local das cabines vai permitir a redução – em até quatro semanas- do tempo entre a encomenda e a entrega de um caminhão Iveco Stralis, que hoje encontra-se em grande demanda no mercado brasileiro. As vendas do modelo de janeiro a setembro deste ano aumentaram 236%. Em setembro, o caminhão conquistou 21% de market share em seu segmento.

Hoje, as cabines dos modelos Cavallino e Stralis são totalmente montadas na fábrica da Iveco em Córdoba, Argentina, e de lá são enviadas para Sete Lagoas, numa viagem de 3.000 km. Na fábrica brasileira, as cabines são acopladas aos respectivos chassis, completando a montagem do caminhão.

A montagem destas cabines no Brasil vai exigir uma série de modificações na planta de Sete Lagoas. A área de funilaria será ampliada em 4.000 m² para acomodar o ferramental de solda e montagem das cabines, que será armado ao lado da linha onde a Iveco produz as carroçarias da linha Daily. Modificações na área de pintura são necessárias porque a unidade hoje já opera em três turnos.

Outras mudanças serão realizadas na linha de montagem final do Daily, onde as cabines dos pesados, já soldadas e pintadas, serão completadas com painel, forrações, bancos, vidros e outros componentes. Cerca de 80 novos empregos serão gerados em Sete Lagoas a partir destas modificações.
Em 2007, a produção total em Sete Lagoas deverá somar 9.000 unidades Iveco (50% mais que em 2006). Novo crescimento é esperado para 2008. Grande parte dos investimentos, segundo o presidente, estão voltados para o reforço na estratégia de lançamento de produtos.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email