ISS apresenta crescimento de 8,25% no mês de setembro

A arrecadação do ISS (Imposto sobre Serviços), principal tributo do município de Manaus, apresentou um crescimento de 8,25% em setembro ao atingir o montante de R$ 16,53 milhões em recolhimento, ante o total de R$ 15,27 milhões da receita obtida no mesmo período do ano anterior.

O IPTU (Imposto Sobre Propriedade Territorial Urbana), segundo principal tributo municipal, apresentou no mês uma variação negativa de 4%, ao diminuir do montante de R$ 4 milhões, para o total de R$ 3,55 milhões.

Em Alvará, foram recolhidos R$ 301,95 mil, número inferior em 11,1% ao total recolhido no mesmo mês do ano passado, quando a arrecadação desse imposto atingiu a R$ 314,54 mil.

A receita tributária dos três principais tributos apresentou um quadro de quase estabilidade, em relação a 2006. O IPTU (Imposto sobre Propriedade Territorial Urbano) apresentou uma variação negativa de 12,1% ao diminuir do montante de R$ 4 milhões para R$ 3,55 milhões.

Motivo apresentado

O subsecretário da Semef (Secretaria Municipal de Finanças), Miguel Câmara, avaliou que a queda no recolhimento de IPTU se deve ao fato de neste segundo semestre não ter sido realizado a campanha do Refiz/Manaus, como ocorreu no ano passado. “No segundo semestre de 2006 estávamos realizando o Refiz/Manaus e isso estimulou muita gente a fazer o pagamento desse imposto, por isso registramos uma retração no recolhimento desse tributo nos meses passados”, disse.

Em relação ao valor recolhido em ISS, Câmara atribuiu esse resultado positivo ao crescimento da economia do município, que tem se beneficiado com o aquecimento do PIM (Pólo Industrial de Manaus). “Esse tributo, que é o nosso principal, cresce devido ao aumento na contratação de prestadores de serviços pelas indústrias, principalmente no atual semestre, quando aumenta ainda mais a contratação desses trabalhos”, destacou o subsecretário.

Segundo os indicadores econômicos mais recentes da Suframa (Superintendência da Zona Franca de Manaus) entre os meses de janeiro e agosto deste ano, as indústrias locais apresentaram um faturamento de US$ 17.65 bilhões, cifra superior em 15% ao total de US$ 15.35 bilhões da receita de vendas obtida no mesmo intervalo de 2006.
O subsecretário destacou ainda, que o segmento de transportes e de construção civil são as atividades de maior contribuição na receita tributária do município.

Números da Sefaz

Em relação ao valor arrecadado em todo o Estado do Amazonas, os resultados também são positivos. Segundo a Sefaz (Secretaria de Estado da Fazenda) nos primeiros nove meses deste ano foram recolhidos R$ 2,96 bilhões aos cofres do Estado, um montante superior em 4,53% aos R$ 2,64 bilhões arrecadados no mesmo intervalo do ano anterior. No mês de setembro, a variação positiva foi mais significativa, atingindo um montante de R$ 364,45 milhões, número superior em 6,35% ao total de R$ 342, 68 milhões arrecadado no mesmo intervalo do ano passado.

Do montante recolhido em setembro deste ano, 93, 52% foram provenientes da receita de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços). Esse montante significou um acréscimo nominal de 15,17%, quando comparado ao mês anterior e um crescimento nominal de 12,81%, em relação a setembro de 2006.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email