IPC-S recua em quatro das sete capitais do país

Houve desaceleração na alta dos preços em quatro das sete capitais do país pesquisadas pela Fundação Getúlio Vargas, no período de quatro semanas encerrado no dia 30 de setembro. O IPC-S (Índice de Preços ao Consumidor Semanal) teve variação de 0,23%, número 0,02 ponto percentual abaixo da apuração anterior.

O IPC-S de Brasília teve variação de 0,17% ante 0,35% da leitura anterior. Em Porto Alegre, o IPC-S registrou deflação de 0,20% ante alta de 0,10% na apuração antecedente. Já em Recife, o índice teve alta de 0,37% ante 0,75% na quadrissemana encerrada no dia 22. E finalmente, em São Paulo, o IPC-S variou de 0,15% para 0,07%.

O índice de preços da FGV acelerou nas capitais: Rio de Janeiro (de 0,39% para 0,47%), Salvador (de 0,01% para 0,21%) e Belo Horizonte (de 0,31% para 0,44%).
Em São Paulo, a desaceleração foi provocada veio do grupo Habitação, com influência principal de tarifa de eletricidade residencial (variação de 0,17% ante 0,80% na leitura anterior), gás de bujão (de 1,77% para 0,64%) e tarifa de telefone residencial (estável ante uma alta de 0,43% na apuração anterior).

No Rio, houve pressão em cinco das sete classes de despesas pesquisadas. A Fundação destaca a pressão exercida nos preços do grupo Vestuário (alta de 1,47% na última leitura ante 1,17%) e Transporte (variação negativa foi de 0,25% ante deflação de 0,47% na coleta de preços anterior).

O recuo nos preços do grupo Habitação fez com que o IPC-S (Índice de Preços ao Consumidor – Semanal) registrasse nova desaceleração e fechasse o mês de setembro com alta de 0,23%, contra 0,25% da semana anterior. informou a FGV.

Foi a menor taxa desde a quarta semana de outubro de 2006, quando o índice registrou alta de 0,14%.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email