Invista no PDV para aumentar as vendas

A cidade de São Paulo sempre foi marcada por campanhas publicitárias estampadas em seus grandes outdoors. Hoje, após a Lei da Ci­da­de Limpa, as empresas têm que repensar seu modo de fazer publicidade e de levar suas mensagens até os consumidores.

Os investimentos realizados em marketing externo agora devem ser feitos em ações indoor. A criatividade e a capacidade de inovar são requisitos importantes para que os comerciantes, bem como as empresas, promovam seus produtos.

Acredito que uma das alternativas mais interessantes é investir em estratégias de comunicação para os pontos de venda. Segundo alguns especialistas, 85% dos consumidores decidem o que vão comprar nos pontos de venda. Isso torna o PDV um assunto importante dentro do planejamento de venda. Podemos considerar que nele as ações de marketing acabam se concretizando em vendas efetivas, de acordo com pesquisas realizadas por institutos especializados no assunto.

Para chamar a atenção do pú­bli­co, existem diversos recursos como cartazes, monitores de LCD e os displays, que são dos mais varia­dos tipos. Na Petink, empresa especializada em comunicação visual, desenvolvemos peças específicas para os PDVs.

Para isso nos atentamos ao fato de que o consumidor faz uma asso­cia­ção direta entre os meios de comunicar, com a existência de um produto e a qualidade em si. Ou seja, aquele dito popular de que “a primeira impressão é a que fica” pode ser traduzido como: um display, ou qualquer outra peça de comunicação visual, que cause uma primeira boa impressão, pode gerar vendas de maneira mais efetiva.

Imagine-se no supermercado, olhando para a seção de cosméticos. As opções são tantas que nem sempre compramos pela marca de nossa preferência, mas aquela que se faz destacar em relação às outras. Essa primeira compra ao acaso pode gerar uma boa satisfação e, assim, a fidelização do consumidor. Tivemos uma experiência interessante na Petink.

Criamos um display inovador para um de nossos clientes, no qual a pessoa pode sentir o cheiro do deso­dorante sem ter que ficar abrindo as embalagens, que nesse caso em específico, são lacradas. É uma maneira simples e eficiente de tentar conquistar o consumidor no ponto de venda.

Vale ressaltar que a competitividade entre os produtos hoje se torna maior pelo fato de que tudo pode ser comprado a qualquer momento e em qualquer lugar, pela internet, por exemplo. Os apelos para que se compre esse ou aquele produto já ultrapassaram a barreira do mundo físico, o que reforça mais ainda a questão imagética de uma marca. Isso me faz crer que investimentos nos PDVs são essenciais para o sucesso comercial de um produto.

Para criar saídas inovadoras, temos um grande reforço no time de desenvolvimento de estratégias de comunicação empresarial. Estamos sempre antenados às tendências de mercado, além de estudar as me­lhores novidades em matéria de marketing indoor.

Acredito que, mesmo que um dia a Lei da Cidade Limpa deixe de existir, apostar em estratégias de marketing para o ponto de venda continuará sendo uma saída interes­sante para quem quiser garantir bo­as vendas.

Afinal de contas, a impressão gerada pelos estímulos sensoriais no momento da compra sempre exer­cerão um grande poder na hora de decidir entre a marca A ou B.

Lourival Mariano é diretor, há 18 anos, da Petink, empresa especializada em impressões de grandes formatos. Para mais informações no site: www.petink.com.br

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email