Investimentos recuam 6,9% no semestre

Os investimentos do governo federal recuaram 6,9% na primeira metade do ano na comparação com o mesmo período do ano passado, se descontada a inflação do período.
A queda aconteceu a despeito de a presidente Dilma Rousseff e o ministro da Fazenda, Guido Mantega, sempre insistirem que os gastos com investimentos são prioritários.
Em termos nominais, essa despesa cresceu apenas 1% na primeira metade deste ano ante o mesmo período do ano passado, somando R$ 33,2 bilhões. O crescimento é bastante inferior ao ritmo de expansão das despesas em geral, que tiveram aumento de 12,9% em igual período, para R$ 428,4 bilhões. Em termos reais, a despesa total cresceu 4%.
Segundo o secretário do Tesouro Nacional, Arno Augustin, o desempenho fraco dos investimentos em relação ao resto das despesas se deve a dificuldades processuais, como lentidão das licitações e do licenciamento ambiental.
Além disso, ele disse que o processo eleitoral provoca uma antecipação de investimentos, o que aconteceu em 2012 criando uma base de comparação mais elevada na primeira metade daquele ano. O secretário disse que os investimentos foram afetados em julho por causa da greve no Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), mas voltaram a crescer ao longo do semestre.
“Nós não contingenciamos investimentos”, disse Augustin. Sobre o aumento das despesas de custeio, o secretário destacou que ele está concentrado em recursos para educação, saúde e programas sociais, tendo, portanto, “efeito econômico positivo”.
A expansão dos gastos do governo não foi acompanhada do aumento das receitas, que recuaram 0,9% em termos reais no primeiro semestre. Com isso, o valor economizado pelo governo, o chamado superavit primário, caiu 28% no período para R$ 34,4 bilhões. Na primeira metade de 2012, o valor estava em R$ 48 bilhões.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email