Investimentos da ALL em meio ambiente chegam a R$ 5 milhões

A ALL (América Latina Logística) possui uma série de projetos com a finalidade de reduzir o impacto no meio ambiente e, ao mesmo tempo, aumentar a conscientização ambiental de crianças e colaboradores. As ações vão desde passeios de trem com aulas de educação ambiental até a construção de modernas estações de tratamento de efluentes. Somente neste ano, a companhia irá investir cerca de R$ 5 milhões nessas ações –o maior índice desde a privatização, em 1997.
Entre os principais projetos da companhia estão o Trem Ambiental, iniciativa que leva educação e conscientização ambiental para crianças de escolas próximas à malha ferroviária, a aquisição de florestas de eucalipto para suprir o fornecimento de dormentes em madeira reflorestável, a construção e manutenção das estações de tratamento de efluentes (derivados de lavagem de vagões e locomotivas), e a construção de centrais de separação de resíduos.
A ALL também possui um viveiro florestal com produção de mudas de espécies nativas, o que promove o plantio de árvores, a recuperação de áreas degradadas e a reutilização da água da chuva.
A preocupação ambiental começa em cada uma de suas Unidades de Produção, onde o lixo é inteiramente reciclado. O colaborador da ALL vivência em seu dia-a-dia a separação dos lixos do escritório e faz disso um hábito, inclusive em sua casa. A reciclagem é um dos itens avaliados em auditorias que acontecem durante o ano na empresa. “Agindo com boas práticas, a companhia pretende se enquadrar na legislação ambiental vigente e contribuir para a comunidade local e o meio ambiente”, afirmou Durval Nascimento Neto, gerente de meio ambiente da ALL.
O projeto Trem Ambiental começou há dois anos e utilizava, na época, vagões de passageiros alugados. Desde 2006 o projeto tem o seu próprio vagão, todo personalizado com temas ambientais. Em 2007, o vagão ganhou nova pintura, com grafites de temas relacionados à natureza.
Toda a pintura, interna e externa, do vagão ficou a cargo de professores e alunos da Fundação Cultural de Curitiba.
Somente para o ano de 2007, o vagão recebeu um investimento de cerca de R$ 80 mil. Ao todo, a ALL já investiu mais de R$ 200 mil nesse projeto.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email