Investimento no Tropical traz otimismo ao turismo

Usufruir das dependências de um dos hotéis símbolo da hotelaria amazonense que gerou cerca de 550 empregos diretos e em época de ascensão, atraía uma grande massa de turistas,  são algumas das possibilidades que o Tropical Hotel trará novamente para o desenvolvimento do turismo na região. 

Quem representa o setor no estado, vê o momento como um passo importante para a confiança, mesmo frente aos desafios de retomada. “É de fundamental importância para o turismo receptivo regional bem como para todo o trade turístico do Amazonas. Nos dá um grande incentivo e esperança em um momento muito difícil pelo qual o turismo atravessa a nível mundial”, considera Glória Santos Reynolds, diretora Receptivo ABAV – Ecosight.

Após o decreto de falência do complexo hoteleiro em 2010, seguido do encerramento das operações em maio do ano passado, a atividade econômica turística no Amazonas perdeu muito. 

“Não foi somente o turismo que perdeu o seu maior hotel no Amazonas, mas a própria cidade de Manaus que perdeu um local que era um marco e que por décadas trouxe ao Amazonas milhares de turistas e eventos de nível nacional e internacional. Muitas  pessoas visitavam Manaus, porque queriam visitar  e hospedar-se no Tropical Hotel Manaus e conhecer este  que era considerado um ponto turístico importante para a cidade”, reiterou a diretora de Receptivo.  Segundo a representante do setor, o encerramento das atividades do hotel não somente deixou muitas famílias sem renda , mas também órfãos de 618 apartamentos e no bojo levou o zoológico , restaurantes , lojas , sala de eventos , clube “foi péssimo para o todo o turismo em geral  e vários outros setores”.

Para Glória Reynolds, a expectativa de reinauguração do Tropical Hotel é muito grande. Um sonho realizado e a certeza de alavancar o turismo e, ao mesmo tempo,  sair desta situação tão difícil, trazendo de volta um hotel que representa o Amazonas em todo o mundo . “Tenho certeza que eles podem trazer de volta todo o charme, elegância e serviço personalizado que o hotel já teve e pelo qual se tornou famoso”.

Categoria e tradição

O presidente da Abih-AM (Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de Amazonas), Roberto Bulbol, destaca que o potencial da região se mantém competitivo em relação aos trades turísticos.  E o grupo Fametro vai saber conduzir da melhor forma. “A importância da retomada desse empreendimento dando continuidade ao ramo que ele operava é incalculável. O Tropical Hotel tem toda estrutura para receber comitivas de embaixadores, chefes de Estado, celebridades de todo mundo e tem capacidade de absorver uma quantidade considerável de visitantes”.

Bulbol comemora o fato da aquisição do hotel ter sido realizada por investidores amazonenses que estão expandindo seus negócios na região apostando no turismo o que demonstra certamente que o grupo está fazendo um ótimo investimento. “Vamos apoia-los. Nós temos muita gratidão pelo Tropical e o marco histórico que ele representa para região e para o mundo. Um hotel do porte do Tropical Hotel por si só já possui um marketing internacional o que favorece os planos de retomada”.

Conforme o presidente da Abih-AM , o hotel mantém as estruturas e instalações intactas. Não tem nada depreciado. Ele lembra que o Tropical Hotel Manaus é o hotel cinco estrelas mais completo do Brasil. E preenche todas as matrizes de classificação na época da Embratur. A maior perda foi para o trade turístico da região.

“Levamos muitos anos para chegar a ter essa conquista.  O Amazonas tem uma dívida de gratidão muito grande com Jack Cousteau , que nos anos 70 divulgava a Amazônia através de seriados na Tv (boto cor de rosa , as belezas dos nossos rios , etc ). Depois a Varig e  Tropical Hotel Manaus, divulgaram o Brasil e o Amazonas no mundo através de suas agências que refletiam na imagem do nosso estado nas capas das passagens e o Dr. Rita Bernardino com hotel Ariaú que divulgava em todas as feiras internacionais”, lembra.

A expectativa com a volta das operações para o setor é a melhor possível. “Temos certeza que ele vai reabrir mais exuberante. Com a rapidez no planejamento de reinauguração anunciado pelos novos administradores, podemos esperar uma ocupação significativa”, vislumbrou.

Aquisição 

O Tropical Hotel foi arrematado pelo grupo Fametro por pouco mais de R$ 91 milhões, na última quarta-feira (11), de  forma virtual determinado pela  4ª Vara Empresarial do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, após  duas tentativas de negociações frustradas. 

Um dos hotéis mais luxuosos da Amazônia enquanto esteve no auge, o Hotel Tropical foi inaugurado nos anos 70. Fazia parte do grupo Varig, que, na época, era a principal empresa aérea do Brasil. O estabelecimento veio a falência e deixou de receber visitantes em maio do ano passado.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email