23 de maio de 2022

Toda investigação deve ser desprovida de ideologia e sua prática não pode ser restrita a um único grupo. Ademais, sugerir faz parte de qualquer projeto, desde que se conheçam suas raízes e se opine sobre suas consequências no corpo ou na mente do ser humano.

Se temos um jornalismo investigativo em queda frequente, não só porque abusa da tendenciosidade maléfica à verdade dos fatos; banalizando-os ou omitindo a verdade é porque ainda há incautos a serem enganados, embora em menor número. Hoje o jornalismo investigativo também se afastara de seu dever inicial: buscar as verdadeiras causas dos fatos que serão levadas à população.

Divulgar informações corretas e sem omissões tendenciosas faz parte da atenção e da responsabilidade para com o leitor. A liberdade de imprensa é assim uma forma sadia de comunicar o fato, bem como de incentivar o debate ou a troca de ideias dentro do regime democrático. Convém destacar que fruto das pesquisas nasce o chamado “furo” de reportagem. Infelizmente essa honesta prática pouco se vê hoje no Brasil, cuja maioria dos meios de comunicação optaram por afastar-se desta conduta para ingressar no campo tendencioso do universo da política inescrupulosa; partidária e leviana.

Alterar a verdade dos fatos ao sabor da ideologia dos patrões ganhara espaço; eliminando o caráter dos que cederam aos instintos perversos de supostos empresários acostumados com o dinheiro fácil e não fruto do trabalho. E, por último, há os que omitem as realizações de um governo honesto, cujo presidente é reconhecido mundialmente. Fez o governo federal 121 leilões em quase  todas áreas…gerando contratações de quase 1 trilhão de reais. Sabe quando isto fora divulgado?

Destarte, poucos dão importância à veracidade dos fatos, ou seja, ignoram os elementos que os geraram na tentativa leviana e imoral de incutir no povo as inverdades que alimentam seus instintos de seres que recebem nossa repugnância. Oxalá tenhamos em futuro breve um jornalismo investigativo com maior e melhor honestidade de propósitos, onde todos saberão que a luz que vem das trevas será a mesma que ilumina as raízes dos fatos; verdadeiras fontes que não podem ser objeto de manipulações.

Juntar experiências e enfrentar desafios constituem-se em atividades destemidas na busca de segredos a serem apurados e, ao final, revelados ao domínio do público que será sempre influenciado. Reportagens vibrantes movidas pela paixão devem ser recebidas com as devidas reservas; até porque todos temos o dever de questionar, argumentar e discutir. Por isso, vamos encarar o conteudo de cada matéria com uma autoanálise; nunca deixando de apurar seu mérito para que a credibilidade se constitua em aspecto fundamental. Só assim poderemos participar de um debate sadio à luz da absoluta verdade decorrente das pesquisas onde a investigação fora sadia e verossímil.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email