Internet passa de193 mi de sites com domínio

A internet cresceu em mais um milhão de nomes de domínios no primeiro trimestre de 2010, de acordo com o Dossiê sobre a Indústria de Domínios na Internet publicado pela VeriSign, a fornecedora confiável de serviços de infraestrutura de internet para o mundo conectado.
A indústria de nomes de domínios encerrou o primeiro trimestre de 2010 com uma base de 193 milhões de nomes de domínios registrados entre todos os Nomes de Domínios de Primeiro Nível (TLDs), um aumento de 11 milhões de domínios registrados, ou 6%, em comparação com o primeiro trimestre de 2009. Em comparação com o quarto trimestre de 2009, os domínios registrados cresceram 0,6%.
A base total de nomes de domínios .com e .net cresceu para 99,3 milhões de domínios registrados no primeiro trimestre de 2010. Esse número representa um aumento de 2,7% em relação ao quarto trimestre e um aumento de 7% sobre o mesmo trimestre de 2009. Novos registros de domínios .com e .net foram adicionados a uma média de cerca de 2,7 milhões por mês no primeiro trimestre de 2010, para um total de 8,1 milhões de novos nomes de domínios registrados no trimestre. A taxa de renovação para o primeiro trimestre de 2010 foi de 72%, um crescimento em relação ao quarto trimestre de 2009, que foi de 71%. A cada trimestre, as taxas de renovação podem variar alguns pontos percentuais em qualquer direção, com base na composição da base “a expirar” e na contribuição de distribuidores autorizados específicos.
Em toda a América Latina, o crescimento da base de domínios .com e .net registrados foi de 9,8% no primeiro trimestre de 2010 em comparação com o mesmo trimestre de 2009. Atualmente os países Latino Americanos possuem uma base de mais de 2 milhões de nomes de domínios .com e .net registrados.
A média de consultas diárias ao Sistema de Nomes de Domínio (DNS) da VeriSign foi de 54 bilhões durante o último trimestre de 2010, com picos que chegaram aos 63,2 bilhões de consultas por dia. Em comparação com o quarto trimestre de 2009, a média de consultas diárias e o pico diário de consultas apresentaram um acréscimo de 4%. Medidas anualmente, a média diária aumentou 41% e o pico de consultas diárias cresceu 43%.

Relatório da ITIF faz diagnóstico sobre economia da internet depois do domínio

O mais recente Dossiê sobre a Indústria de Domínios na Internet destaca um novo estudo da Fundação de Informação, Tecnologia e Inovação (Information Technology and Innovation Foundation – ITIF), um grupo de trabalho com sede em Washington, DC. Intitulado “The Internet Economy 25 Years After .com: Transforming Commerce & Life” (“A economia da Internet 25 anos depois do domínio .com: transformando o comércio e a vida”), o estudo inspira-se em uma variedade de fontes de pesquisa para avaliar o impacto comercial da Internet, em conjunto com o 25º aniversário do primeiro registro do nome de domínio .com.
Com uma estimativa de uma entre cada quatro pessoas em todo o mundo utilizando a Internet hoje em dia, o relatório calcula o alcance do comércio eletrônico em termos sólidos. Por exemplo, a ITIF estima que os benefícios econômicos globais anuais da Internet comercial são iguais a US$ 1,5 trilhão – um número que ofusca as vendas globais de medicamentos, os investimentos em energias renováveis e os investimentos governamentais em pesquisa e desenvolvimento juntos. A ITIF estima também que, assumindo que o comércio eletrônico continue a crescer apenas na metade do ritmo do crescimento ocorrido entre 2005 e 2010, até 2020 ele adicionará US$ 3,8 bilhões na economia mundial.
O extenso relatório da ITIF também fornece um perfil da utilização da Internet e sua crescente influência nas pessoas em todo o mundo. Algumas conclusões:
– Na Europa, a porcentagem de compradores on-line cresceu em 85% entre 2004 e 2009.
– A experiência com compras online nos países em desenvolvimento está rapidamente alcançando aquelas vistas nas regiões mais desenvolvidas. Sessenta e três por cento dos usuários da Internet na América Latina e 70% dos usuários nos países da Ásia e do Pacífico fizeram pelo menos uma compra online, por exemplo, em comparação aos 85% dos usuários da Internet na América do Norte e Europa.
– Apesar de o comércio online estar se tornando comum em todo o mundo, é ainda mais popular em alguns países do que em outros. Das 30 nações avaliadas, a ITIF encontrou Dinamarca, Suécia, Reino Unido e Estados Unidos na liderança mundial das compras, vendas e negócios online.
– O país com o maior percentual de cidadãos adultos que compraram online é o Japão, com 52%.
“Como o estudo da ITIF afirma, a internet comercial foi uma força de transformação no mundo nos últimos vinte e cinco anos”, disse Raynor Dahlquist, vice-presidente sênior da unidade de Serviços de Registro de Domínios da VeriSign. “Para garantir que ela continue a impulsionar a evolução de setores inteiros é vital fazer investimentos estratégicos e contínuos na infraestrutura da internet. Com o Projeto Apollo, a VeriSign está construindo a infraestrutura essencial para gerenciar a próxima onda de crescimento da Internet.”

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email