Interior recebe verbas para infraestrutra

O governo do Amazonas, por meio da SDS (Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável), firmou convênios com as prefeituras dos municípios pertencentes à área de influência do Gasoduto Coari – Manaus:  Anamã, Anori, Codajás, Iranduba e Manacapuru. Os convênios fazem parte da segunda etapa de execução do Programa de Desenvolvimento Sustentável do Gasoduto, no valor de R$ 3.692.500,00.
De acordo com o governador do Estado, Anamã será beneficiado com R$ 100 mil, para a construção de um galpão de separação e reciclagem de lixo, além da conclusão da usina de incineração de resíduos sólidos; Anori receberá R$ 205 mil, para construção de uma escola com seis salas; Codajás receberá R$ 228 mil para a construção de uma escola e recuperação de duas casas de farinha comunitárias; Iranduba terá R$ 135 mil para a construção de três centros sociais comunitários e conclusão do sistema de abastecimento de água da comunidade Montenegro; Manacapuru receberá R$ 375 mil destinados à construção de três centros sociais comunitários, dois flutuantes comunitários, para entreposto de produtos, e a conclusão da unidade demonstrativa de beneficiamento de pescado.
A SDS aplicará R$ 633.258,40 mil na conclusão de obras de infraestrutura comunitária em andamento, implantação de 10,4 quilômetros de rede de energia em seis comunidades rurais de Coari, além de logística e gestão do programa.
Manacapuru também receberá a quantia de R$ 1.346.150,00 milhões repassados em duas parcelas, oriundos das compensações ambientais da obra do gasoduto para a implementação da RD (Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Piranha) e da APA (Área de Proteção Ambiental) do Miriti. Dentre as ações a serem executadas nestas unidades de conservação estão: implantação das infraestruturas, planos de gestão; conselho gestor; regularização fundiária; plano de geração de renda; e plano de monitoramento ambiental. A primeira parcela será no valor de R$ 1.046.050,00 milhões a ser repassado no corrente mês, a segunda parcela no valor de R$ 300,100 mil a ser repassado em outubro de 2010.
Falando em nome dos prefeitos presentes, o prefeito de Manacapuru, Edson Bessa, afirmou que estes convênios são importantes pra os municípios pela possibilidade de geração de renda. “Há um crescimento econômico, que influencia diretamente a vida das pessoas, pois traz melhoria de renda”, afirmou.
Participam também da parceria, a Ufam (Universidade Federal do Amazonas), que receberá R$ 300 mil para a implantação de unidades demonstrativas de criação de aves (galinha caipira); o Idam (Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas), que receberá R$  1.666.241,60 milhões destinados a implantação de projetos de geração de renda como 30 casas de farinha, 20 unidade demonstrativa de cultivo de hortaliças protegida, cinco unidade demonstrativa de criação de peixe em tanque e 20 unidade de meliponicultura nas comunidades da área de influência do gasoduto, em contrapartida, prestará assistência técnica e extensão rural; a Seind (Secretaria de Estado para os Povos Indígenas) receberá R$ 50 mil para recuperação do Centro Cultural da comunidade Sahu Apé, no Iranduba.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email