INSS chama 22 mil para comprovar dados

O INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) convocará 21.823 aposentados e pensionistas para comprovar dados cedidos durante o Censo Previdenciário. O edital de convocação será publicado em jornais de grande circulação nos Estados.

Tais segurados não deram todas as informações que deveriam durante o Censo ou precisam apresentar documentos que comprovem as informações para que a atualização cadastral seja efetivada.

A partir da publicação, os aposentados e pensionistas terão 30 dias para comparecer à agência bancária onde recebem o benefício para regulalizar o cadastro.

Quem não responder ao chamado do INSS terá o benefício suspenso por 90 dias. Caso o benefício esteja suspenso, o segurado deverá ir a uma agência da Previdência Social para regularizar sua situação e receber os pagamentos retidos. Depois deste prazo, será suspenso definitivamente.
Os segurados convocados através do edital devem ir à agência bancária com o CPF (Cadastro Pessoa Física), um documento de identidade do titular do benefício e comprovante de residência. O INSS pede ainda que os segurados que possuem o NIT (Número de Identificação do Trabalhador) e título de eleitor também levem estes documentos.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email