Insa quer rede de pequisa para mudança climática

O Insa/MCT (Instituto Nacional do Semiárido) propõe a formação de uma Rede de Pesquisa sobre mudanças climáticas e seus efeitos na região Semiárida brasileira.
A ideia foi apresentada na última sexta, no fim do 2º Simpósio sobre Mudanças Climáticas e Desertificação, organizado pelo Insa, em parceria com a Embrapa Semiárido.
A Rede de Pesquisa terá como finalidade apoiar e subsidiar o estabelecimento de políticas de manejo das áreas degradáveis e será formada por várias instituições de ensino, pesquisa e extensão, além de organizações não-governamentais que trabalham a temática da desertificação.
O objetivo é unir forças para combater a degradação ambiental e apoiar os projetos que já existem nos estados voltados para o enriquecimento do solo.
“Nós vamos ter pontos focais institucionais, e a partir daí, estabeleceremos uma governança dessa rede”, explicou o diretor do Insa, Roberto ­Germano Costa.
A desertificação é um processo lento e contínuo, ocorrido à medida que o homem retira a vegetação existente, muitas vezes para dar lugar a outras culturas de subsistência.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email