Inpa realiza a Live “Experiências de Tecnologias Sociais na Amazônia”

O Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTI) realiza na próxima quarta-feira (26) a Live “Experiências de Tecnologias Sociais na Amazônia: Onde estão e o que fazem?”, às 15h, com transmissão pelo canal do Instituto no Youtube/Inpa. Esta é a terceira de uma série de Lives organizadas pela Coordenação de Tecnologia Social do Inpa, sempre na última semana de cada mês.

“Procuramos aqui dar um panorama provisório do conjunto de tecnologias sociais sendo aplicadas na Amazônia, problematizando as questões de sua construção, distribuição, apropriação pelas comunidades e construção de políticas públicas para seu desenvolvimento”, destacou a Coordenadora de Tecnologia Social do Inpa, a psicóloga Denise Gutierrez, que vai atuar como mediadora.

A live terá participação da pesquisadora titular do Inpa, a doutora Gislene Carvalho-Zilse líder do Grupo de Pesquisa em Abelhas (GPA), e da coordenadora da Rede de Soluções para o Desenvolvimento Sustentável da Amazônia (SDSN Amazônia), a mestre Carolina Ramírez Méndez.

Na oportunidade, as debatedoras irão compartilhar experiências relacionadas às tecnologias sociais, além de refletir sobre a elaboração e a disseminação de tecnologias sociais na região amazônica.

“Falarei sobre a diversidade de abelhas sem ferrão e seus potenciais usos pela prática da Meliponicultura, destacando o desenvolvimento da caixa padronizada para criação de abelhas sem ferrão que vem possibilitando a exploração comercial destas abelhas pelos criadores no Amazonas e no Brasil”, contou Zilse, cuja linha principal de pesquisa é a biologia e a genética da reprodução de abelhas sem ferrão amazônicas.

Já Carolina Ramírez Méndez apresentará a Rede de Soluções para o Desenvolvimento Sustentável da Amazônia (SDSN Amazônia), uma plataforma que visa mapear e disseminar soluções desenvolvidas pelas populações amazônicas, membros e parceiros da SDSN Amazônia, e por organizações amazônicas como instituições de pesquisa, organizações não governamentais, empresas e instituições governamentais. “A proposta da SDSN Amazônia é quebrar a velha prática de importar e aplicar soluções de fora da Amazônia, sem as devidas adaptações, para planejar o seu desenvolvimento”, comentou Carolina Ramírez Méndez, coordenadora da SDSN Amazônia,

Rede Amazônica de Tecnologia Social

O evento é uma iniciativa alinhada ao projeto “Rede Amazônica de Tecnologia Social”, que tem como objetivo fortalecer o sistema de inovação e desenvolvimento de tecnologias sociais na região amazônica. Iniciado em janeiro deste ano, o projeto está na fase de levantamento das tecnologias sociais existentes na Amazônia. Para saber mais, acesse a página oficial no Instagram/redeamazonica_tecnologiasocial

Foto/Destaque: Divulgação

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Anúncio

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email