Inpa fecha ano de 2010 com mais nove patentes

O Inpa/MCT (Instituto Nacional de Pesquisa da Amazônia) fecha o ano de 2010 com mais nove processos e produtos patenteados, ou seja, protegidos. A informação foi divulgada nessa semana pela DPIN (Divisão de Propriedade Intelectual e Negócios) do Instituto.
Dentre as patentes aprovadas neste ano pelo Inpi (Instituto Nacional da Propriedade Industrial) estão: processo que facilita a retirada das escamas do peixe para obtenção do couro e composição baseada em extratos vegetais a partir de frutas amazônicas para redução de peso.
Para Rosângela Bentes, chefe da DPIN, as novas patentes são importantes, pois protegem o trabalho intelectual dos pesquisadores. Ela afirma ainda que o Inpa ampliará o trabalho junto aos cientistas para identificar de maneira mais rápida que tipo de pesquisa pode virar patente. “O número de patentes depositadas pelo Inpa está crescendo e a tendência é crescer ainda mais. Em 2011, vamos fazer um trabalho junto aos pesquisadores para diagnosticar o que pode ser patenteado”, disse.

Mais ações

Patente é um título de propriedade provisória concedido pelo Estado sobre uma invenção ou modelo de utilidade. Em contrapartida, o inventor é obrigado a revelar de forma detalhada o conteúdo técnico da matéria protegida.
Segundo o coordenador de Ações Estratégicas do Inpa, Estevão Monteiro de Paula, a patente é o ponta pé inicial para a inovação. Ele destaca que em 2011 o Inpa terá uma coordenação de Extensão Tecnológica que fará o papel de ponte entre pesquisa e mercado. “Essa nova coordenação irá completar esse processo de conhecimento e implementará com mais força a incubadora do Inpa, aumentando assim o processo de transferência tecnológica disponibilizando a negociação dos produtos” enfatizo.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email