Inpa capacita gestores em inovação

O Inpa/MCTI (Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia), por meio do Projeto Aliança, está realizando até o dia 24 deste mês

uma capacitação para empreendedores e gestores de inovação. O curso é uma das etapas do Projeto Aliança e tem o objetivo

de fortalecer as incubadoras existentes no Cide (Centro de Incubação e Desenvolvimento Empresarial) e no Inpa.
O projeto prevê ainda a criação de duas outras incubadoras no interior do Amazonas com a parceria do Instituto Mamirauá em

Tefé e da FAS (Fundação Amazonas Sustentável). Participam do curso, além dos gestores de incubadoras destas quatro

instituições, representantes de incubadoras do CBA (Centro de Biotecnologia da Amazônia), FMF (Faculdade Martha Falcão) e

Ifam (Instituto Tecnológico Federal do Amazonas).
A coordenadora de Extensão Tecnológica e Inovação do Inpa, Rosângela Bentes, explica que o Projeto Aliança é fomentado

pela Fapeam (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas), por meio do projeto Pró-Incubadoras. O projeto é

composto por instituições estratégicas dentro do processo de inovação de incubadoras de empresas, como o Inpa, o Cide, o

Instituto Mamirauá e FAS.

Benefícios
O Projeto Aliança vai proporcionar, dentre outras coisas, um estímulo ao empreendedorismo no interior e levar a experiência e a

implantação de novas incubadoras estimulando o negócio sustentável naquelas localidades. “O empresário que tem seu negócio

no interior, ao invés de vir até Manaus, iremos até eles. Assim, estaremos cumprindo com o objetivo do projeto, que é estimular a

inovação e o empreendedorismo sustentável no interior”, reforça Rosângela.
De acordo com ela, o Projeto Aliança vem de encontro com a estratégia de ação do Inpa em promover a extensão e a

disseminação da cultura de inovação e empreendedorismo. A proposta do Projeto Aliança, segundo Bentes, é permitir a

dinamização das atividades de empreendedorismo e inovação tecnológica no Amazonas.
O projeto também permite a elaboração do planejamento estratégico da rede, a avaliação do diagnóstico empreendedor,

dinamização da cultura empreendedora na região, além de articular ações de interação e acesso às tecnologias dos parceiros.

O curso
O Curso está dividido em três módulos e prossegue até o próximo dia 24 de abril. Segundo o engenheiro Edwan Lima, instrutor

da disciplina Gerenciamento de Projetos, o objetivo é repassar os fundamentos necessários aos participantes e fazer com que

sejam capazes de gerenciar um projeto, onde se busque conseguir fazer aquilo que ele se propõe dentro de parâmetros de

controle, tais como custo, prazo, qualidade e escopo para que tenham um projeto de sucesso.
Para Leonardo Silva, um dos participantes do curso e analista de Projetos, do Núcleo de Geração de Negócios, a qual está

vinculada a INCBA (Incubadora de Negócios do Centro de Biotecnologia da Amazônia), o curso vai agregar conhecimento para

capacitá-lo a gerir os negócios dentro do CBA.

O que é uma incubadora?
Incubadora é uma entidade que reúne microempresas em fase de projeto ou desenvolvimento, disponibilizando por meio de

parcerias institucionais: infraestrutura, apoio técnico e administrativo, assessoramento gerencial, jurídico e comunicacional.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email