15 de abril de 2021

Inovação é saída para micros e pequenas empresas

Agentes locais de inovação comemoram sucesso junto aos negócios

Encerrando mais uma etapa de ações voltadas a inovação das micros e pequenas empresas, o programa ALI (Agentes Locais de Inovação do Amazonas) do Sebrae Nacional (Serviço Brasileiro de Apoio as Micros e Pequenas Empresas), executado no Amazonas pela parceria Fucapi (Fundação Centro de Análise, Pesquisa e Inovação Tecnológica) e CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico) apresentou os primeiros resultados na última terça-feira (16). O 1º Workshop dos ALIs com o tema ‘Processos Inovadores e Resultados Eficazes no Estado do Amazonas’ apresentou ações, resultados e cases de negócios que obtiveram sucesso com a implantação do Programa. Das 400 empresas que aderiram ao programa há quase dois anos, cinco estiveram presentes ao evento onde tiveram a oportunidade de fazer o networking meeting, um encontro informal entre empresários favorecendo a troca de ideias.
O programa, que tem versões em todo o Brasil, com 50 mil empresas atendidas, tem se mostrado promissor no Amazonas. As dificuldades de se criar uma cultura de inovação entre empresas do Estado, são dribladas pelo empenho dos agentes, afirma o coordenador sênior do ALI da Fucapi, Ewerton Larry. “Nossos agentes são jovens e têm garra. Os treinamentos os tornam aptos a diagnosticarem as dificuldades enfrentadas e as demandas que devem ser executadas para melhorar a gestão das empresas envolvidas”, conta Larry.
De acordo com o coordenador, a utilização da consultoria gratuita de um profissional qualificado nos mais diversos segmentos tem sido a grande responsável pelo crescimento de muitas empresas locais. “Atualmente o apoio dado pelo ALI tem sido eficaz para o crescimento e melhor colocação do produto ou serviço no mercado”, ressaltou.
Para dar uma ideia do empenho dos agentes, Larry lembra do caso de uma sanduicheria da capital, o Sandugão, que ganhou um novo sopro de vida após o acompanhamento do ALI. “O empreendimento amargava dois dias de baixo faturamento na semana. O diagnóstico apontou as falhas e os agentes sugeriram algumas mudanças, do cardápio à gestão. A inovação veio com a criação de rodízio de cachorro-quente, o que diferenciou a empresa de tudo o que era feito no segmento em Manaus. O resultado foram custos reduzidos e maior faturamento”, afirma Larry.
O Sandugão teve reconhecimento nacional após matérias publicadas no informativo online da Fucapi, o que só aumentou a renda e a frequência do estabelecimento, conta o proprietário Aurélio Júnior. “Recebemos a visita de um agente que nos deu o acompanhamento e como já havia a ideia do rodízio e de usar ingredientes regionais nos hot-dogs, implementamos as mudanças e logo vieram os bons resultados. As matérias veiculadas em vários sites e portais de notícias, só aumentaram a frequência que já crescia”, conta Aurélio.

Inovando e crescendo

Abordados por um ALI há três meses, os empresários do ramo de alimentos gourmet, Alisson e Nádia Nascimento aderiram ao programa e apesar do pouco tempo, já sentem melhorias no empreendimento que tem apenas oito meses de funcionamento. “Sentíamos que a inovação era algo muito restrito, que não teríamos acesso, mas as palestras e o acompanhamento do ALI, nos ajudaram a nos integrar, criamos um networking e os resultados já são vistos”, afirma Nádia.
Segundo Larry, este é um dos desafios do programa, desmistificar a inovação, dar a ideia de algo palpável e de fácil acesso. “Temos como alvo empresas de alimentos, construção civil e oficinas mecânicas entre outros. Estes são ramos de negócios que têm um jeito muito tradicional de trabalhar. A vontade de inovar, seja tecnologicamente ou na gestão da empresa, tem que partir principalmente do empresário”, ressalta Larry.

Artur Mamede
[email protected]

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email