Inova Agro disponibiliza R$ 1 bilhão para inovação

O BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) e a Finep, com apoio do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, lançaram na última semana o edital do Inova Agro, um plano do governo federal que destinará R$ 1 bilhão para inovação no setor agropecuário.
O programa vai apoiar empresas nacionais no desenvolvimento e adensamento de cadeias produtivas de insumos para a agropecuária, promover o desenvolvimento de produtos e processos na indústria de alimentos e estimular a produção de máquinas e equipamentos para o setor, além de fomentar o uso de novas tecnologias.
O Inova Agro é parte do Inova Empresa, iniciativa do governo federal que deve destinar R$ 32,9 bilhões para inovação nos próximos dois anos. Os recursos poderão ser utilizados para todos os setores agropecuários e agroindustriais, exceto o sucroalcooleiro, que já conta com um programa próprio de estímulo à inovação, o PAISS.
O Inova Agro conta com recursos iniciais de R$ 1 bilhão, divididos entre BNDES e Finep, e poderá ter seu orçamento ampliado dependendo da demanda. Poderão participar do processo de seleção empresas brasileiras que tenham interesse em empreender atividades de inovação aderentes às linhas temáticas, bem como em produzir e comercializar os produtos e serviços resultantes dessa atividade. As três linhas temáticas são insumos, processamento e máquinas e equipamentos para o agronegócio.
As empresas interessadas em receber recursos do programa terão de apresentar planos de negócios, como empresas líderes, ou formalizarem parcerias com as mesmas para atuarem como empresas parceiras. Também podem se cadastrar Instituições Científicas e Tecnológicas (ICTs), que podem ingressar por meio de parcerias com as empresas líderes.
A seleção pública do Inova Agro será conduzida por Comitê de Avaliação formado por representantes do BNDES e da FINEP e se realizará em cinco etapas, a saber: Etapa de Manifestação de Interesse, Etapa de Seleção de Empresas Líderes, Etapa de Apresentação dos Planos de Negócio, Etapa de Seleção dos Planos de Negócio e Etapa de Estruturação de Plano de Suporte Conjunto (PSC).
O limite de apoio aos projetos será de 90% do valor total, sendo que a empresa, ou o grupo de empresas responsáveis, terá de contribuir com uma contrapartida financeira mínima de 10%.
Os projetos podem ser apoiados por meio de financiamento, crédito não reembolsável, participação acionária ou a combinação destes instrumentos. O prazo para o envio de cartas de manifestação de interesse por parte de empresas e ICTs é o próximo dia 15 de julho.
Os detalhes do Inova Agro estão disponíveis neste link: http://bit.ly/133beoF

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email