10 de abril de 2021

Inflação pelo IGP-DI acelera para 0,72% em abril, mas mantém média

A inflação medida pelo IGP-DI (Índice Geral de Preços - Disponibilidade Interna) acelerou em abril, para 0,72%, contra variação de 0,63% em março, de acordo com os dados divulgados hoje pela FGV (Fundação Getulio Vargas)

A inflação medida pelo IGP-DI (Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna) acelerou em abril, para 0,72%, contra variação de 0,63% em março, de acordo com os dados divulgados hoje pela FGV (Fundação Getulio Vargas).
A elevação no mês passado foi puxada por variações maiores nos preços do atacado -influenciados por alimentos- e da construção civil.
O IPA (que a partir deste mês passa a se chamar Índice de Preços ao Produtor Amplo, por mudanças na metodologia) passou de 0,52% para 0,68%, enquanto o IPC (Índice de Preços ao Consumidor) caiu de 0,86% para 0,76%. Já o INCC (Índice Nacional de Custo da Construção) foi de 0,75% para 0,84%.
No atacado, o índice relativo a bens finais apresentou alta de 0,50% -ante 1,06% no mês anterior. A taxa de variação do subgrupo alimentos in natura passou de 14,64% para 3,67%, sendo o principal responsável pela desaceleração do grupo.
Em bens intermediários, a maior contribuição para a aceleração de 0,25% para 0,71% veio do subgrupo materiais e componentes para a manufatura, que passou de 0,21% para 0,86%.
No estágio das matérias-primas brutas, a taxa de variação avançou de 0,22%, em março, para 0,90%, em abril, com destaque para soja (em grão) (-5,93% para 0,48%), arroz (em casca) (-8,68% para 1,58%) e bovinos (2,28% para 4,00%).
Na análise dos preços ao consumidor, duas das sete classes de despesa apresentaram decréscimos, sendo Alimentação, que passou de 2,60% para 1,77%, a maior contribuição, principalmente devido ao desempenho de hortaliças e legumes, frutas e adoçantes. O grupo Despesas Diversas também apresentou desaceleração.
No INCC, a taxa de variação do índice que representa a mão de obra avançou de 1,05% para 1,07%, enquanto o grupo materiais e equipamentos evoluiu de 0,43% para 0,75%.
O IGP-DI de abril foi calculado com base nos preços coletados entre os dias 1º e 30 do mês de referência.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email