Inflação medida pelo IPCA fecha 2007 em alta de 4,46%

A inflação medida pelo IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), referência oficial de preços, fechou 2007 em alta de 4,46%, em linha com a meta de 4,5% traçada pelo governo federal. Os dados foram divulgados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geo-grafia e Estatística).

O resultado ficou abaixo da previsão de analistas consultados pela reportagem. Os especialistas foram unânimes em apontar estimativa de 4,5% para a inflação de 2007. O IPCA de 2007, no entanto, ficou 1,32 ponto percentual acima do índice de 2006 (3,14%). Foi a primeira alta em relação a um ano anterior observada desde 2002.

Em dezembro, o IPCA acelerou e fechou em 0,74%, acima dos 0,38% verificados no mês anterior. Foi a maior alta mensal do ano passado.

Segundo o IBGE, o resultado se deveu principalmente à alta dos alimentos. Entre as causas apontadas estão: condições climáticas desfavoráveis, preços elevados dos produtos cotados no mercado internacional, aumento das exportações, redução de safra por baixa remuneração em períodos anteriores e aumento da demanda por alimentos.

O grupo alimentos e bebidas teve alta de 10,79% em 2007. Somente em dezembro, este grupo teve alta de 2,06% -maior crescimento desde janeiro de 2003.

Os alimentos foram responsáveis por quase metade do índice geral, com 2,21 ponto percentual de contribuição. De acordo com o IBGE, os alimentos têm peso de 21,44% nas despesas das famílias.

A principal contribuição individual em 2007 veio do item carnes, com alta de 22,15% (contribuição de 0,39 ponto percentual).

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email