Inflação faz confiança do consumidor cair 8%

O temor com os impactos do avanço nos preços dos alimentos derrubou a confiança do consumidor paulistano, aponta pesquisa divulgada ontem e realizada pela Fecomercio-SP (Federação do Comércio do Estado de São Paulo).

O temor com os impactos do avanço nos preços dos alimentos derrubou a confiança do consumidor paulistano, aponta pesquisa divulgada ontem e realizada pela Fecomercio-SP (Federação do Comércio do Estado de São Paulo).
O ICC (Índice de Confiança do Consumidor) caiu 8% no mês de julho e atingiu 131,5 pontos, a maior retração desde o mês de setembro de 2005, quando a taxa recuou 13%, para 109,5 pontos.
O ICC varia de 0 a 200, mostrando pessimismo abaixo de 100 pontos e otimismo acima desse patamar. Na segmentação por gênero e faixa de renda, as mulheres e os que ganham menos de dez salários são os mais pessimistas. Nos dois grupos, o ICC apresentou variações negativas de, respectivamente, 11,2% (126,1 pontos) e 8,7% (127 pontos) no mês de julho.
De modo geral, o ICEA (Índice de Condições Econômicas Atuais), que registra a percepção em relação ao presente, apresentou queda de 7,9% e atingiu 140,3 pontos. O IEC (Índice de Expectativas do Consumidor), que mede a confiança futura, mostrou retração de 8%.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email