11 de abril de 2021

Inflação do aluguel recua 0,21% na 2ª prévia de julho

O índice de preços mensurado pelo IGP-M (Índice Geral de Preços - Mercado), usado como referência na maioria dos contratos de aluguel, registrou queda na segunda prévia em julho, com recuo de 0,21%, ante retração idêntica em junho

O índice de preços mensurado pelo IGP-M (Índice Geral de Preços – Mercado), usado como referência na maioria dos contratos de aluguel, registrou queda na segunda prévia em julho, com recuo de 0,21%, ante retração idêntica em junho. É a quarta queda consecutiva nas prévias. O índice começou a cair no primeiro decêndio de junho.
No acumulado de 12 meses, a variação é positiva, de 8,25%, enquanto varia 2,92% no ano. O acumulado dos últimos 12 meses já chegou a 8,65%, em 29 de junho, enquanto o acumulado do ano marcou 3,15%.
Os dados são da FGV (Fundação Getúlio Vargas). No mês de junho fechado, o índice foi negativo (-0,18%). O indicador foi calculado com base nos preços coletados entre 21 de junho e 10 de julho.
O IPA (Índice de Preços ao Produtor Amplo) apresentou variação de -0,38%, ante -0,54% (junho). O IPC (Índice de Preços ao Consumidor) registrou variação de -0,11%, ante -0,15% (junho).
Já o INCC (Índice Nacional de Custo da Construção) segurou uma queda mais acentuada no índice devido a alta de 0,63% na segunda leitura de julho. Entretanto, na relação com o período anterior -quando registrou alta de 1,82%-, o grupo apresentou forte desaceleração.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email