15 de abril de 2021

Inflação desacelera para 0,42%, diz FGV

Segundo a FGV, em alta, ficaram os preços de bovinos (-4,76% para 1,97%), mandioca (-2,27% para 18,95%) e arroz em casca (1,59% para 9,03%).

O IGP-M (Índice Geral de Preços – Mercado) teve alta de 0,42% na primeira prévia do mês de fevereiro, uma desaceleração em relação ao aumento registrado um mês antes, 0,67%, informou ontem a FGV (Fundação Getulio Vargas). Os preços dos alimentos mantiveram a desaceleração no período.
A primeira leitura prévia do IGP-M de fevereiro compreende o período entre os dias 21 e 31 de janeiro. A metodologia aplicada na apuração do IGP-M é a mesma do IGP-10 e do IGP-DI (usados no reajuste, por exemplo, de contratos de aluguel), também apurados pela FGV, com a única diferença de ter um período de coleta diferente -o IGP-M é calculado com base nos preços coletados entre os dias 21 do mês anterior e 20 do mês de referência.
Os preços dos produtos agropecuários subiram 0,32% na prévia anunciada ontem, contra 1,90% registrado um mês antes. O índice referente aos preços de matérias-primas brutas -um dos componentes do IPA (Índice de Preços por Atacado)- teve ligeira variação positiva de 0,04%, contra 1,84% um mês antes.
Os itens que mais contribuíram para a desaceleração foram aves (9,81% para -7,33%), tomate (68,26% para -13,47%) e cana-de-açúcar (5,23% para 0,94%). Em alta, no entanto, ficaram os preços de bovinos (-4,76% para 1,97%), mandioca (-2,27% para 18,95%) e arroz em casca (1,59% para 9,03%).
O Índice Geral de Preços, por sua vez, subiu 0,50%, contra 0,76% no mesmo período de janeiro. O índice de bens intermediários houve alta de 0,76%, um avanço em relação ao índice verificado um mês antes, 0,48%. A maior contribuição para a alta veio do subgrupo materiais e componentes para a manufatura -que subiu de 0,03% para 0,78%.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email