Inflação cai em quatro capitais brasileiras

A inflação da última semana do mês de junho recuou em quatro das sete capitais que servem como referência para a FGV (Fundação Getulio Vargas) na apuração do IPC-S (Índice de Preços ao Consumidor Semanal). Os dados foram divulgados pela entidade na última sexta-feira, 2.
A cidade de São Paulo foi a capital com a maior deflação registrada no período (-0,48%), apesar de a taxa ter sofrido um leve avanço em relação à da semana anterior (-0,50%). Depois vieram Recife (-0,38%), onde a deflação foi mais forte do que na terceira semana do mês (-0,12%), e Porto Alegre (-0,19%), onde o IPC-S também subiu em relação à última medição (-0,20%). Ocuparam as posições seguintes do ranking do indicador a cidade do Rio de Janeiro (-0,09%), com deflação mais intensa do que na semana anterior (-0,05%); Brasília (0,24% ante 0,28%); Belo Horizonte (0,15% ante 0,26%); e Salvador (0,26%), onde a taxa ficou acima da registrada na terceira semana de junho (0,20%).

Despesas diversas

O IPC-S da última semana de junho na cidade de São Paulo foi influenciado pela alta nos preços dos grupos alimentação, despesas diversas, vestuário, saúde e cuidados pessoais e transportes.
Na cidade do Rio de Janeiro, onde a deflação foi mais intensa na quarta semana de junho em relação à terceira, a contribuição foi dada pela desaceleração no grupo habitação, com a redução do impacto causado pelo reajuste nas tarifas de energia elétrica ocorrido no mês de maio.
O IPC-S fechou o mês de junho com deflação de 0,21%, taxa um pouco mais acentuada do que a registrada na terceira semana do mês, de –0,19%.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email