Indústria de Games em destaque com 1ª Amazon Game Zone

Com a finalidade de reunir entidades, desenvolvedores, designers, estudantes e outros profissionais interessados na criação de jogos digitais, 1º Amazon Game Zone, foca a indústria de games da região e suas potencialidades de crescimento. O evento será realizado amanhã (19), das 14h às 18h, na sede da FPF Tech (Fundação Paulo Feitosa), no Distrito Industrial.

Nesta primeira edição, foram convidados a participarem das atividades, professores de faculdades, desenvolvedores em geral, estúdios de games, fundações e institutos de tecnologia do Norte. Além disso, os participantes terão a oportunidade de acompanhar uma mostra competitiva de games em desenvolvimento ou finalizados.

Na análise do assessor de inteligência de mercado e políticas públicas da Abragames (Associação Brasileira das Desenvolvedoras de Jogos Digitais), Pedro Zambon, o evento será importante tanto para a troca de conhecimento entre profissionais, quanto o desenvolvimento do ecossistema da indústria de jogos digitais na região.

“Você criar um ambiente rico de troca entre profissionais experientes de vários segmentos e atores institucionais diversos, cria uma troca que só gera vantagens para indústria local. Quando falamos de um estado distante como o Amazonas esses efeitos se multiplicam, porque em geral os eventos acabam se concentrando onde estão os principais agentes econômicos da indústria, em especial em São Paulo e no eixo Sul/Sudeste”, disse.

Pedro destacou, que a iniciativa em criar um ambiente de divulgação é fundamental para ajudar desenvolvedores iniciantes e empresas atuantes para validar e aprender novas dimensões sobre o setor. Ele ressalta, que o evento vai ser uma oportunidade dos participantes adquirirem conhecimentos que são difíceis de encontrar em cursos e faculdades.

“Existe muito conhecimento, em especial nas questões gerenciais e de negócios, que não existe em cursos, livros e apostilas, mesmo em uma graduação em jogos digitais ou design de games. O desafio para um empreendedor desta indústria está justamente em adquirir esse conhecimento e as competências necessárias para isso, o que acaba ocorrendo na prática e, em especial, na troca de informações com outros empreendedores por meio de eventos como esses”, frisou.

Mercado

Conforme levantamento da Abragames, o mercado do setor cresce 10% ao ano e o Amazonas vem se destacado como um grande celeiro da indústria criativa do setor. Nesse contexto, Pedro explica, que existem muitos produtores que lutam para mostrar seu trabalho em um cenário bastante competitivo, principalmente em uma indústria com características e funcionamentos globais. 

“O desenvolvedor brasileiro não está competindo por um destaque em um mercado local, mas disputa visibilidade com criadores de qualquer parte do mundo, da China aos EUA. Esse cenário faz com que muitos se desanimem. Quando um evento cria um holofote para essas mentes inovadoras anônimas em meio a tantos produtores pelo mundo, isso pode ser uma injeção de ânimo para continuar a trilhar o caminho como desenvolvedor. Mas acredito que mais do que ganhar um prêmio ou visibilidade, o mais importante é que o criador de jogos esteja aberto para aprender, ouvir feedbacks, fazer contatos, e se preparar para o próximo passo”, explicou.

De acordo com PWC (PricewaterhouseCoopers), o número de empresas formalizadas no Brasil cresceu 107,51%, entre 2013 e 2017, fato que gerou 141,04% de empregos a mais no mesmo período. A expectativa é que em 2019 o faturamento do mercado brasileiro chegue a U$ 1,6 bilhões.

Era de ouro

Para o designer e especialista em jogos digitais Felipe Teodósio Lobo, os diversos eventos sobre a indústria de games no Amazonas e no Brasil são reflexos de uma nova era de ouro para os jogos digitais, que tem possibilitado a abertura de debates sobre a importância do setor e suas potencialidades de mercado.

Todo evento sobre qualquer mercado é importante,não é novidade que os games já faturam mais do que as indústrias do cinema e da música somados. Em Manaus, desde o primeiro  Overraid, um evento da comunidade independente, realizado em Julho deste ano, pela Ludic Studios e parceiros, percebi uma grande e incomum tração na temática. Isso abriu precedentes para debates voltados aos aspectos de negócios dessa área”, destacou.

“Eventos dessa natureza são importantes e muito me alegra estar testemunhando esse novo fôlego aqui no estado. Mas, estas iniciativas precisam convergir para um caminho de diálogo honesto e aberto, quebrando paradigmas e preconceitos que permeiam o ambiente tecnológico”, disse.

Felipe reforçou a importância de divulgar o setor de games nas escolas e na sociedade para estimular novas mentes criativas para atuar na área. “A indústria 4.0 tá batendo na porta, mas ainda nem fizemos o dever de casa com a base, muitos jovens nem sequer tem noção do valor de sua existência e suas famílias por vezes os ignoram completamente, dói dizer isso, mas é um fato”, disse.

“Se você visitar qualquer escola pública hoje, e perguntar dos professores que enfrentam o desafio diário de educar, qual o momento em que há o máximo de sinergia e envolvimento de seus alunos, eles vão dizer que é uma apresentação artística, um evento, ou outro meio lúdico de ensino. Parafraseio o grande desenvolvedor Hideo Kojima: somos homo ludens e adiciono: já fomos sapiens por tempo demais”, destacou.

Programação contará com palestras, debates e workshops

Amazon Game Zone

Criado pela Amazon Forest Game Studio pertencente a FPF Tech e INDT (Instituto de Desenvolvimento Tecnológico), a programação contará com palestras, debates e workshops, e outras atividades relacionadas com os jogos digitais, sob o comando de profissionais e especialistas desse segmento.

Os participantes inscritos apresentarão os seus projetos e serão submetidos ao voto do público presente no evento para escolher o melhor projeto de game do 1º Amazon Game Zone, e ao final do evento, o competidor do projeto de game mais votado será anunciado como vencedor da mostra, recebendo como prêmio um notebook de alta performance AVELL G1750 MUV RTX.

De acordo com Olímpio Neto, CEO da Petit Fabrik e representante da Amazon Forest Game, a importância desse evento é sobretudo trazer visibilidade ao que está sendo feito hoje na região no campo de desenvolvimento de jogos digitais e discutir caminhos para o crescimento da indústria local.

 “Já estamos com as presenças confirmadas de estúdios como a Petit Fabrik, Black River, a Flying Saci, além de outras entidades como a  Samsung Ocean e Sebrae”, Olímpio contou. “Além de mostrar os games em desenvolvimento, o evento também tem um papel importante em orientar os participantes e interessados na área o que pode ser melhorado na indústria de desenvolvimento de jogos digitais”, comenta.

O 1º Amazon Game Zone também vai possibilitar a troca de experiência entre aqueles que estão atuando na indústria de games na região. “Vamos discutir o que está sendo feito aqui e buscar caminhos possíveis para expandir e impulsionar o nosso ecossistema local de games”, finaliza Olímpio.

Serviço

O que é: 1º Amazon Game Zone

Quando: Quinta-feira (19/12/2019)

Horário: 14h às 18h

Local: FPF Tech – Av. Gov. Danilo de Matos Areosa, nº 1170 – Distrito Industrial

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email