INdT desenvolve projetos de sustentabilidade

O INdT (Instituto Nokia de Tecnologia) está desenvolvendo projetos de sustentabilidade, que podem ser executados em aparelhos da Nokia. Esses trabalhos têm o objetivo de promover a cultura tecnológica no Estado e firmar parcerias com instituições que desenvolvem serviços na área de ciência e tecnologia. Além disso, o INdT também atua com desenvolvimento de interfaces e prototipação rápida.
Um dos projetos é o NDG (Nokia Data Gathering), que substitui formulários de papel. Com a adoção do NDG, disponível no Nokia N 97, a Susam (Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas) registrou em 2009 uma redução nos casos de dengue em Manaus. O sistema funciona coletando informações da presença do mosquito e as ações para erradicá-los são tomadas já no dia seguinte. “Com a utilização do NDG pela secretaria já foi possível coletar um número de 8 mil resultados positivos. A intenção é de expandirmos esse serviço para o interior do Estado, mas ainda não temos previsão”, declarou o diretor da área de experiência em serviços sociais, André Erthal.
Ainda de acordo com Erthal, primeiramente o INdT desenvolvia e exportava soluções para a área de saúde. “Sempre criamos novos programas na área de sustentabilidade com pesquisa e desenvolvimentos de projetos que possam satisfazer as necessidades de todos”, completou.
Outro projeto trabalhado é o Nokia Education Delivery que ainda não está em uso em Manaus. O programa trabalha com conteúdos educacionais em escolas mais distantes dos grandes centros urbanos e o telefone compatível é o Nokia N 95. “O aparelho fica plugado no televisor, dentro da classe. Entretanto, o objetivo não é substituir, mas sim complementá-las com informações de livros”, esclareceu Erthal.
O diretor explicou ainda que a aula pode ter várias funcionalidades como por exemplo, crianças podem fazer vídeos em um lugar e enviá-los para crianças até mesmo do outro lado do mundo. “O primeiro piloto foi feito nas Filipinas e já gerou resultados importantes, pois já foram confirmadas a redução da evasão escolar e o aumento nas médias escolares”, ressaltou.
Entre outros projetos desenvolvidos estão o Nokia Magnifier e o Audio Aid, voltados para proporcionar maior acessibilidade para deficientes visuais e auditivos respectivamente. Existe ainda o Ovideck que são mensagens de texto que apresentam conteúdos informativos e publicitários e que podem democratizar o acesso a internet.
Segundo a gerente de programas da área de sustentabilidade do INdT, Luciana Souza, o INdT busca em seus projetos o equilíbrio entre as áreas ambiental, econômica e social. “São novos produtos para o mercado industrial local, com geração de resultados e investimentos em recursos para a obtenção de resultados”, destacou.
Conforme o líder da área de marketing e comunicação do INdT, Roberto Campainha, o local trabalha com o desenvolvimento de soluções locais para impactos globais. “O objetivo é fazer com que os celulares tenham baixo custo mesmo possuindo recursos tão avançados”, enfatizou.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email