Índice de atrasos de voos em janeiro registra 17,8%

Apesar das chuvas que fecharam por várias vezes alguns dos principais aeroportos brasileiros em janeiro, o total de atrasos das companhias aéreas nacionais e estrangeiras ficou estável com relação ao fim de ano: 17,8%, ante 17,9% em dezembro. Entre as maiores companhias brasileiras no transporte regular, a Azul, a Gol/Varig e Webjet melhoraram sua pontualidade com relação ao fim de ano. Os dados são apurados pela Infraero (Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária) nos 67 aeroportos que administra no Brasil e consideram os voos que partiram com mais de 30 minutos do horário previsto. O histórico de atrasos dos voos no Brasil, com números disponíveis desde maio de 2007, está disponível na página da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) na internet: www.anac.gov.br/atrasovoo.

Pelo quarto mês consecutivo, a TAM foi a empresa com maior índice de atrasos nos voos domésticos: 23,9% em janeiro, ante 18,8% do mês anterior e mais que o dobro do que os 10,5% registrados em janeiro do ano passado. Por ter o maior número de voos – 25,9 mil das 71,7 mil decolagens no Brasil em janeiro – o crescimento dos atrasos na TAM teve forte impacto no índice nacional. A Anac está reforçando a fiscalização operacional sobre a companhia para identificar os motivos do crescimento dos atrasos e acompanhar o que a empresa tem feito para solucionar os problemas.

A OceanAir, que havia registrado o menor índice em dezembro, com somente 8,7% das partidas atrasadas, subiu para 10,8% em janeiro deste ano. A Azul foi a empresa mais pontual no mês, com somente 6,3% das decolagens atrasadas.
A Gol/Varig, com índice de 13,2%, melhorou seu desempenho tanto em comparação com dezembro quanto em relação a janeiro do ano passado. A Webjet também foi mais pontual nas duas comparações e registrou em janeiro de 2010 atrasos em 14% das partidas.

Entre as empresas regulares de menor porte, a Trip/Total encerrou janeiro com 16,4% de atrasos (melhora significativa ante os 26% de dezembro). Já a Passaredo e a Pantanal mantiveram altos índices de atrasos, respectivamente de 24,5% e 21,9%.

Nos voos internacionais, entre as empresas com mais de 100 decolagens por mês no país, a melhor pontualidade foi da Copa Airlines, com apenas 7% de atrasos, seguida pela American Airlines e TAP (ambas com 16%). As mais atrasadas foram a TAM Mercosur (64%), Aerolíneas Argentinas (46%) e TAM (42%). Com menos de 100 voos partindo do Brasil, os atrasos mais significativos foram da Air Italy (76%), TACV (75%) e a El Al e Livingston (cada uma com 73%). Por outro lado, a Avianca (com 30 voos em janeiro) e a Korean Air (13 voos) não registraram nenhum atraso, seguida pelos bons desempenhos da Lan Peru (2%) e Air Canada (3%). As empresas que voam para a Europa e América do Norte tiveram mais impacto nos atrasos em razão das nevascas nas duas regiões.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email