Índice cresce 5,6% no 1º semestre, indica pesquisa

A inadimplência do consumidor cresceu 5,6% no primeiro semestre do ano em relação ao mesmo período de 2012, informou hoje a Serasa Experian.
Em junho, a inadimplência teve queda de 4% em relação a maio e de 3% frente ao mesmo mês de 2012.
Economistas da Serasa afirmam que a queda se deve à maior cautela dos consumidores em relação à sua situação financeira neste primeiro semestre do ano. Eles lembram que a inflação reduziu o poder de compra do consumidor, enquanto as altas dos juros têm penalizado quem utiliza o cheque especial e o rotativo do cartão de crédito.
“A inadimplência como um todo está perdendo fôlego em decorrência de um conjunto de fatores desfavoráveis ao consumidor, com menos renda e mais juros”, afirmam.
Dívidas
A Serasa informou que dívidas não bancárias, como juros de cartões de créditos, financeiras e prestadoras de serviços, foram as principais responsáveis pelo avanço do indicador neste primeiro semestre, com alta de 12,6%. O valor médio desses débitos caiu 10,9% no período.
O calote nos bancos cresceu 1,3%, enquanto o valor médio das dívidas subiu 5,4%. Já os cheques sem fundos apresentaram queda de 9,4% nos primeiros seis meses do ano e aumento de 10,4% no valor médio das dívidas.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email