Indicação repercute no Legislativo Municipal

A CMM (Câmara Municipal de Manaus) repercutiu, na manhã de ontem, a indicação do senador Eduardo Braga (PMDB-AM) para o cargo de líder do governo da presidente Dilma Rousseff no Senado

A CMM (Câmara Municipal de Manaus) repercutiu, na manhã de ontem, a indicação do senador Eduardo Braga (PMDB-AM) para o cargo de líder do governo da presidente Dilma Rousseff no Senado.
Em discurso no Plenário Adriano Jorge, o presidente da CMM, vereador Isaac Tayah (PSD), ressaltou a capacidade de articulação do ex-governador do Estado: “O Senado tem várias pessoas competentes e ele se sobressaiu, marcando sua história naquela Casa. É mais um amazonense que luta pela nossa cidade”.
Já o líder do PSDB, vereador Mário Frota, cobrou do senador um maior esforço na tentativa de reverter as perdas econômicas, que, segundo ele, atingiram o Polo Industrial de Manaus. “Ele tem o poder de direcionar coisas boas para o Amazonas, e espero que ele mude o quadro das perdas de produção dos tablets, CDs e DVDs. Essa função é uma representação junto à presidente na luta pelo Amazonas”, disse o vereador.
Com relação à sucessão na Prefeitura de Manaus, o presidente do diretório municipal do PMDB, vereador Marcel Alexandre, garante que a indicação não exclui uma possível candidatura de Braga, mesmo se o senador aceitar a liderança. “Esse momento é importante, para o Brasil e para o Amazonas, mas temos a eleição, que é importante para Manaus. A economia do Amazonas está em Manaus, então é importante que o nome dele não seja descartado. Para mim, ele continua sendo o nome número um, mas nós vamos conversando, construindo nomes porque há sempre a possibilidade de construir novos nomes. A decisão é do grupo”, garantiu Alexandre.
Coincidentemente, foi aprovado, também na manhã de ontem, o parecer favorável da Comissão Especial de Comendas ao Projeto de Decreto Legislativo, de autoria dos vereadores Massami Miki (PSL), Issac Tayah e Marcel Alexandre, que concede o Diploma de Cidadão de Manaus ao ex-governador Eduardo Braga.

Água na pauta de hoje

Nesta quarta-feira, às 10h, será realizada no Plenário Adriano Jorge, a primeira audiência pública da Comissão Especial de Fiscalização do Serviço de Abastecimento de Água e Esgoto. A pauta da reunião contempla a discussão sobre o diagnóstico do abastecimento de água e da rede de esgoto no município de Manaus, as dificuldades de integração do Proama ao sistema de abastecimento público de água, o plano de expansão e cronograma de obras e investimentos da empresa Águas do Amazonas e as razões da divergência de dados entre a empresa Águas do Amazonas e Arsam no que diz respeito à rede de abastecimento de esgoto. Foram convidados para participar da audiência o Ministério Público Estadual, a Arsam, a empresa Águas do Amazonas e a Prefeitura Municipal de Manaus.
Isaac Tayah avalia como inevitável a instalação de uma nova CPI da Água, mas relembra a importância de se manter a isenção política às vésperas de uma eleição: “É importante lembrar que não podemos deixar de fiscalizar mesmo em ano eleitoral, nós fomos eleitos para isso. Agora também não podemos usar isso como bandeira política”, defende o presidente da CMM.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email