Incubadora Guarulhos tem programa para aplicação nos agronegócios

A Incubadora Guarulhos e a Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária) lançam hoje o edital do Proeta (Programa de Apoio ao Desenvolvimento de Novas Empresas de Base Tecnológica Agropecuária e à Transferência de Tecnologia). O lançamento nacional do programa será feito durante o evento “Empreendedorismo e Inovação no Agronegócio: A Experiência da Embrapa”, que acontece na Espa (Escola Superior Paulista de Administração), a partir das 14h (hora local).
O objetivo é apresentar os benefícios que a parceria entre estas instituições pode trazer para o desenvolvimento do agronegócio de Guarulhos e região.
O Proeta se destina a estimular a utilização de tecnologias da Embrapa por EBTs (Empresas de Base Tecnológica), via convênio com as incubadoras já existentes.
Segundo o gerente de marketing da Incubadora Guarulhos, Alexandre Soares, as instituições de pesquisas enfrentam dificuldades na criação de mecanismos que permitam o acesso dos empresários aos conhecimentos e tecnologias.
Este programa vem para solucionar esta questão, pois a partir dos convênios firmados entre a Embrapa e as incubadoras, as tecnologias desenvolvidas estarão à disposição dos empreendedores selecionados pela incubadora, para que possam aplicá-las e explorá-las economicamente.
Atualmente, cinco unidades da Embrapa participam do Proeta: a Embrapa Instrumentação Agropecuária (São Carlos – SP), a Embrapa Agroindústria Tropical (Fortaleza – CE) e três unidades situadas em Brasília – DF: a Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, a Embrapa Cerrados e a Embrapa Hortaliças.
A Incubadora Guarulhos é hoje a única de base tecnológica do país a ter este convênio de cooperação firmado com a Embrapa. Recentemente, foi considerada a segunda maior do estado de São Paulo. Abriga 42 empresas entre residentes e não residentes que orienta e capacitam, por meio de consultorias e cursos oferecidos pelo Sebrae-SP em Guarulhos.
Para o analista do Sebrae-SP em Guarulhos, Ricardo Alves Pereira, a parceria vem reforçar o importante papel social da incubadora, “ela é um elo entre a pesquisa e a aplicação prática das tecnologias, dá ao empresário a possibilidade de adquirir novos conhecimentos e gera transformações positivas”, afirmou. “Este convênio de cooperação tecnológica, além de beneficiar as empresas incubadas vai repercutir positivamente nas cadeias produtivas ligadas ao agronegócio”.
A incubadora conta com o apoio do Sebrae-SP em Guarulhos, da Agenda (Agência de Desenvolvimento), Ciesp (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo), ACE (Associação Comercial e Empresarial local) e prefeitura municipal.
Com este novo programa e o apoio de parceiros, a Incubadora Guarulhos pretende desenvolver a gestão do agronegócio da região. De acordo com Alexandre, a incubadora de empresas proporciona o acesso a diversos serviços de gestão e assessoramento que diminuem o risco empresarial, aumentando, portanto, a chance de sucesso da empresa no mercado.
“O Sebrae-SP, por exemplo, oferece suporte aos empreendedores investindo por meio do Sebraetec no desenvolvimento tecnológico e de gestão do negócio de cada empresário”, explicou o gerente de marketing.

Papel de apoio

Na ocasião, profissionais do Sebrae-SP em Guarulhos também falarão sobre o seu papel no apoio ao agronegócio do estado. Na região são desenvolvidas várias ações por meio do SAI (Sistema Agroindustrial Integrado), junto aos produtores rurais voltados à olericultura (cultivo de hortaliças: folhosas e legumes), em Guarulhos, Arujá, Santa Isabel, Mairiporã, Atibaia, Bom Jesus dos Perdões, Nazaré Paulista, Piracaia e Joanópolis; fruticultura, em Joanópolis, Atibaia e Santa Isabel; floricultura, em Arujá e Atibaia; apicultura, em Piracaia e Atibaia, e pecuária de leite em Nazaré, assim como Bom Jesus e Atibaia.
Em toda a região, são realizadas oficinas de capacitação e consultorias, que têm o objetivo de profissionalizar a atividade dos pequenos produtores, por meio do associativismo e cooperativismo.
Além disso, o Sebrae-SP também promove a troca de experiências entre estes profissionais e o envolvimento de outros parceiros.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email