Começo de aInvestir esforços para o desenvolvimento de projetos inovadores é uma das prioridades da Uplink Conteúdo Digital, empresa que teve sua proposta contemplada na seleção pública do Tecnova-AM (Programa de Subvenção Econômica à Inovação Tecnológica em Micro e Pequenas Empresas no Estado do Amazonas).
Para o empresário, Danilo Egle, a oportunidade o levou a estabelecer como “prioridade da empresa pensar em produtos e serviços novos que possam concorrer a investimento, privado ou público”, declarou.
O resultado final da análise de enquadramento do Tecnova-AM foi divulgado, no último dia 21, pela Fapeam (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas). Foram enquadradas 41 empresas para acesso a recursos financeiros com vistas ao desenvolvimento de projetos de inovação tecnológica em todo o Estado.
Nesta edição do Tecnova-AM, o governo do Estado ofereceu aos empreendedores apoio técnico para a formulação das propostas. Para isso foi criado o Escritório de Projetos do Programa Tecnova-AM, coordenado pelo secretário executivo-adjunto da Secti-AM, Eduardo Taveira. Para esse suporte foram selecionados quatro bolsistas, especialistas em inovação tecnológica e projetos, que orientaram os empresários interessados em participarem da seleção.
“Foi uma ação bem estruturada e interdisciplinar, responsável pela mobilização de diversos atores que geraram ganhos para o aprimoramento da ação de divulgação não só na capital, mas nos municípios também”, completa Taveira. Na avaliação do coordenador, a experiência do Escritório contribuiu também para ampliar e agilizar contato com as empresas e melhorar a qualidade das propostas. O atendimento foi disponibilizado a todos os empreendedores interessados em concorrer ao Tecnova-AM e não ficou restrito à estrutura da Secti-AM, outros bolsistas lotados em instituições parceiras apoiaram na mobilização e orientação aos empresários.

UPLINK
A Uplink Conteúdo Digital participa pela primeira vez de uma seleção desse tipo. Incubada na FIT (Fucapi Incubadora de Tecnologia) desde maio do ano passado, a empresa trabalha com conteúdo multimídia prestando serviços na produção de vídeos, textos, fotografia e design.
Seu diferencial é a produção de material para a internet, atendendo a demandas para produtos físicos como cartões e embalagens. Além de prestar consultoria para projetos que incluam a produção multimídia.
Segundo Danilo Egle, a proposta submetida ao Tecnova-AM envolve a criação de um indicador capaz de medir o impacto de notícias veiculadas nos jornais locais. “Atualmente, essa análise é feita manualmente, sem critérios bem definidos.”

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email