O governador Wilson Lima (PSC) precisaria do apoio de apenas nove dos 24 deputados para superar o processo de impeachment admitido pelo presidente da Assembleia Legislativa do Estado, deputado Josué Neto (PRTB), depois de pedido do Sindicato dos Médicos. Só que a sessão de ontem, quando seria formada a comissão composta por 16 parlamentares para avaliar o pedido, mostrou que ele o Chefe do Executivo não vai sequer ser afastado para que desembargadores e deputados decidam se ele continua ou não no cargo. Treze deputados assinaram requerimento pedindo que o chefe do Legislativo fosse afastado da presidência do processo, alegando que ele é interessado direto na cassação, uma vez que assumiria o Governo. A sessão foi encerrada sem decisão sobre a comissão, uma vez que um grande bate-boca entre deputados de situação e oposição forçou a interrupção. Seja como for, restou provado que não existe a menor possibilidade de Lima perder o cargo neste momento. Ainda existem outros seis pedidos de impeachment na gaveta do presidente da ALEAM.

Quinze fechados

Desde que Josué Neto aceitou o pedido de impeachment, Wilson Lima conversou pessoalmente com 16 deputados. Destes, apenas um não garantiu apoio a ele. A coluna apurou que os outros 15 colocaram reivindicações na mesa e foram atendidos, o que garantiu o voto contrário deles ao afastamento do governador. É uma margem muito folgada, que tranquiliza o Governo.

Novo adiamento

A Moto Honda da Amazônia anuncia a extensão da suspensão das atividades produtivas de sua unidade fabril em Manaus, devido ao crescente avanço da pandemia da covid-19. A decisão prioriza a saúde e segurança das pessoas e está alinhada às iniciativas para conter a disseminação do novo coronavírus no município, que enfrenta sobrecarga no sistema de saúde. A retomada da produção, anteriormente prevista para 18 de maio, foi prorrogada para 25 de maio.

Berlinda

O Tribunal de Contas do Estado julga hoje as contas do Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas, referente ao exercício de 2016, de responsabilidade da desembargadora Maria das Graças Pessoa Figueiredo e do desembargador Flávio Humberto Pascarelli Lopes. Também estão na pauta as contas da Prefeitura Municipal de Novo Airão, referente ao exercício de 2017, de responsabilidade do prefeito afastado Wilton Pereira dos Santos (PSDB) e de Antônio Tiburtino da Silva.

No interior

Os municípios Benjamin Constant, Atalaia do Norte, Tefé, Barcelos, São Gabriel da Cachoeira e Tabatinga ganharam um forte aliado na luta contra o novo coronavírus. A parceria entre a Prefeitura de Manaus, o grupo Samel e o instituto Transire levou o protocolo médico e o método inovador da “cápsula Vanessa” – de tratamento não invasivo – ao interior do Amazonas

Auditoria

A Comissão de Auditoria Especial instituída pela Controladoria-Geral do Estado para avaliar as ações de enfrentamento à pandemia do novo coronavírus (Covid-19) iniciou os trabalhos na segunda-feira (11). Os técnicos atuarão com base em um cronograma de auditorias que abrangerá os contratos celebrados pela Secretaria de Estado de Saúde (Susam) e demais Unidades Gestoras estaduais para o enfrentamento do novo coronavírus no Amazonas. A equipe também fará o monitoramento das informações disponibilizadas no Portal da Transparência.

Aftosa

A primeira etapa da campanha “Amazonas sem Febre Aftosa”, coordenada pela Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Estado do Amazonas, termina na sexta-feira (15). A campanha se encerraria no último dia 30 de abril e foi prorrogada por mais 15 dias, em decorrência da pandemia. Os pecuaristas de 41 municípios pertencentes às calhas dos rios Amazonas e Solimões deverão imunizar bovinos e bubalinos de todas as idades.

Perigo

O Ministério Público Federal lançou vídeo em que procuradores da República explicam os graves problemas que serão causados, principalmente na Amazônia, se o Congresso Nacional aprovar a Medida Provisória 910, que dispõe sobre a regularização de ocupações em terras públicas federais. Para o MPF, a norma deve beneficiar organizações criminosas responsáveis por grilagem de terras, desmatamento ilegal, pistolagem e lavagem de dinheiro.

Produção

O abastecimento de alimentos está entre as atividades essenciais que não foram interrompidas no período de combate a Covid-19. Em vista disso, o Governo do Amazonas, em parceria com o Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas, tem apoiado os agricultores familiares e produtores rurais no escoamento de safras e abastecimento de mercados. Além disso, os alimentos produzidos pela agricultura familiar têm beneficiado organizações filantrópicas, por meio de compras institucionais com doação simultânea.

Saúde reforçada

O senador Eduardo Braga (MDB) viabilizou a liberação mais de R$ 18 milhões para investimentos nos serviços de saúde da capital Manaus, de mais 45 municípios (confira a relação de contemplados abaixo) e de três importantes instituições do Estado: o Laboratório Central de Saúde Pública do Amazonas; a Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas e a Fundação de Medicina Tropical Heitor Vieira Dourado. As duas primeiras contarão, cada uma, com R$ 2 milhões. A FMT/HVD, com R$ 1 milhão.

Frases

“Cautela e caldo de galinha não fazem mal a ninguém.” Josué Filho, conselheiro do Tribunal de Contas do Amazonas, sobre o processo de impeachment do governador Wilson Lima (PSC)

“Sabemos que o momento é difícil e de poucas comemorações, mas não poderia deixar de exaltar a importância dessas mulheres e homens que se dedicam a cuidar de outras pessoas, principalmente diante de uma doença tão perigosa co.” Simone Papaiz, secretária de Saúde do Estado, sobre o Dia da Enfermagem

Fonte: Redação

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email