Pesquisar
Close this search box.

Ilha do Campeche, não dá para esquecer

A Ilha do Campeche é daqueles lugares lindos, que não dá para esquecer de conhecer em Florianópolis! Para começar, oferece uma praia de águas cristalinas, tranquilas, ideais para relaxar.

Além de ser conhecida pela beleza, é também patrimônio arqueológico, já que possui inscrições rupestres de grande valor. Mas para conhecer a ilha, é preciso ir até a Praia da Armação ou Praia do Campeche, onde se pega uma pequena embarcação que faz a travessia até o local.

É um passeio sensacional, mas com duração total de praticamente 6 horas. Para quem procura tranquilidade, porém, nada melhor do que navegar por águas calmas rumo um local paradisíaco

A pequena Ilha do Campeche faz parte de uma unidade de preservação, com número de visitantes diários limitados. Para a maioria das pessoas, a maior atração do local é a praia, que, com areia clara e águas límpidas, oferece cenário realmente exuberante e refrescante mergulho.

Outra atividade são as caminhadas ecológicas pelo lado leste da ilha, que são feitas na companhia de guias. Essas caminhadas não exigem muito e levam a conhecer áreas da Ilha do Campeche menos exploradas, onde ficam inscrições rupestres e oficinas líticas de milhares de anos.

O passeio é interessantíssimo, rico em informações, com paisagens incríveis e permite conhecer uma parte da história de Santa Catarina que outros locais não mostram. São dois tipos de caminhadas guiadas disponíveis.

A estrutura na Ilha do Campeche é boa. Oferece lanchonete, restaurante e locais em que é possível alugar guarda-sol e cadeira de praia. Todo o lixo produzido na ilha é levado ao continente por barcos, então é importante ficar atento ao fato de que todo o lixo que que o turista produzir deve ser coletado.

O trajeto até a Ilha do Campeche pode ser feito a partir de duas praias: a forma mais tradicional é partir da Praia da Armação, onde fica uma associação de barqueiros. São cerca de 20 pessoas em cada embarcação e o trajeto leva em torno de 40 minutos.

A permanência na ilha é limitada a quatro horas e o retorno deve ser combinado com a pessoa que fará seu transporte. As saídas da Praia da Armação ocorrem entre 9h e 12h30.

Vale lembrar que o número de visitantes na Ilha do Campeche é limitado por dia.

Pode-se chegar à ilha também a partir da Praia do Campeche em uma lancha. O trajeto é mais curto, já que a Praia do Campeche fica mais próxima da Ilha do Campeche.

CANOA QUEBRADA

A Associação dos Empreendedores de Canoa Quebrada (Asdecq), no Ceará, realizou no dia 2 de setembro deste ano, assembleia geral que foi lavrada em ata, a nova diretoria eleita para o período de quatro anos de 2022 a 2026. A Assembleia foi presidida por  Marta Soares Barbosa(pousada Latitude). Foi eleita para presidente da Associação, Karla Tayane Lopes Medeiros, proprietária do restaurante Mezza Luna e da pousada Vila Grou. O ex-presidente José Ruy Barbosa assumiu a coordenação institucional e Elcio Antônio Fernandes assumiu a coordenação financeira.

FAMPRESS

A Canoa Quebrada receberá fampress com 15 profissionais da imprensa, entre jornalistas, digitais influencer e blogueiros da Paraíba no período de hoje a 19 de setembro. A ação é uma realização da Associação dos Empreendedores de Canoa Quebrada-Ce (Asdecq) com apoio do Sebrae/CE e trade turístico de Canoa Quebrada. A entidade recebeu outros fampress neste ano, do Ceará, do Rio Grande do Norte e recentemente do Recife. Segundo Ruy Barbosa, ex-presidente da Associação, a iniciativa faz parte das ações de promover e fomentar o Turismo da região.

VISIT ARGENTINA

Após as edições no Uruguai, Chile e diferentes cidades do Brasil, o Ministério do Turismo e Esportes da Nação, o Instituto Nacional de Promoção Turística e a Embaixada Argentina nos Estados Unidos da América realizaram em Washington um novo Visit Argentina Connect, um espaço de capacitação e networking sobre a oferta de produtos, destinos e serviços turísticos do país. Tal evento foi organizado no marco da visita do Ministro da Economia da República Argentina, Sergio Massa, e do Ministro de Turismo e Esportes, Matías Lammens, à nação norte-americana.

COPA ZICO

Cerca de 400 crianças participaram dos oito jogos das categorias sub-9 e sub-11 que marcaram a abertura da Copa Zico, realizada pela Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed). Os jogos aconteceram nesta segunda-feira, no estádio da Colina, localizado no bairro São Raimundo, zona Oeste, com alunos da Divisão Distrital Zonal (DDZ) Leste II. Essa é a 1ª etapa da Copa, que terá ainda mais sete fases, incluindo a final. Nesse primeiro momento, os jogos serão realizados até a próxima segunda-feira, 19/9, e classificarão duas escolas por categoria.

CHILE EM ALTA

Os World Travel Awards confirmam: pelo oitavo ano consecutivo, o Chile foi coroado Melhor Destino de Turismo de Aventura. Pela quinta vez, conquista o título de Melhor Destino Romântico para o Deserto do Atacama, território formado pelas regiões de Arica e Parinacota, Tarapacá, Antofagasta, Atacama e Coquimbo e que se caracteriza por ser o mais seco do planeta. Da mesma forma, pela segunda vez, é do Chile o prêmio de Melhor Destino da América do Sul, superando destinos de destaque como Argentina, Brasil, Colômbia, Equador e Peru, entre outros destinos da região.

ARRETADO CLUB

A cidade de Cabedelo, que pegou para si o título de ‘A Capital do Verão Brasileiro’, vai ganhar um atrativo a mais para ampliar o fluxo de turistas e de paraibanos no período de alta estação 2022/2023. A Entretenimento e Cultura está anunciando a abertura do Arretado Club, na Praia de Ponta de Campina, onde será instalada uma arena em uma área de 40 mil metros quadrados para a promoção de atividades esportivas, de lazer e shows com os principais artistas da atualidade. De acordo com Jomario Gomes, diretor da Medow, está sendo preparada uma mega estrutura que funcionará durante toda a semana.

NASCENTE AZUL

Parte do complexo de ecoturismo da Nascente Azul, o Museu Subaquático de Bonito é uma atração pioneira no Brasil. Único do mundo em um ambiente de água doce, o museu reúne um circuito de esculturas submersas em um grande lago com cerca de quatro metros de profundidade. A proposta é integrar arte e natureza, além de levar o visitante a refletir sobre temas importantes, como sustentabilidade e preservação do meio ambiente. A exposição atual, chamada CICLOS, mostra de forma crítica a relação da humanidade com a natureza através do surrealismo e de símbolos visuais.

Paulo Roberto Pereira

é jornalista, presidente da Abrajet/AM (Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo)
Compartilhe:​

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Notícias Recentes

Pesquisar