IGP-M sobe 0,78% na segunda prévia de março

O IGP-M (Índice Geral de Preços – Mercado) subiu 0,78% na segunda leitura prévia do mês de março, contra 0,46% na mesma leitura no mês anterior.
A metodologia aplicada na apuração do IGP-M é a mesma do IGP-10 e do IGP-DI (usados no reajuste, por exemplo, de contratos de aluguel), também apurados pela FGV, com a única diferença de ter um período de coleta diferente -a segunda prévia do IGP-M compreende o período entre os dias 21 do mês anterior e 10 do mês de referência.
O IPA (Índice de Preços por Atacado) subiu 1,08% na segunda leitura de março, contra 0,55% na mesma leitura de fevereiro. Os preços no grupo Matérias-Primas Brutas tiveram alta de 2,24% no período, contra 0,38% um mês antes.
Os destaques foram milho em grão (-10,95% para -1,90%), tomate (-9,81% para 21,20%) e soja em grão (2,99% para 4,62%). Já os itens mandioca (20,86% para -8,09%), arroz em casca (9,28% para -5,96%) e algodão em caroço (7,51% para -1,36%) tiveram queda. O índice de Bens Intermediários subiu 1,04% na leitura divulgada, contra 0,70% em fevereiro. O destaque foi subgrupo suprimentos (de 2,37% para 4,02%). O índice de Bens Finais por sua vez, recuou de 0,51% para 0,14%, com a contribuição do subgrupo alimentos in natura (de 3% para -0,63%).
O INCC (Índice Nacional de Custo da Construção) apresentou alta de 0,52%, contra 0,47% um mês antes. A taxa do índice relativo a Materiais e Serviços avançou de 0,83%, na apuração de fevereiro, para 0,97%, em março. O índice que capta o custo da Mão-de-Obra teve variação de 0,01 %, em março, ante 0,07%, em fevereiro.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email