Idam e Embrapa difundem novas práticas de cultivo de mandioca no estado

O Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam), juntamente com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), firmou uma parceria para a implantação de Unidades de Referência Tecnológica (URT) de mandioca em seis municípios do estado, dentre eles Tefé, Alvarães e Uarini.

“A expectativa é que sejam beneficiadas cerca de 300 pessoas em todos os municípios atendidos, para que haja o resultado esperado”, afirmou Suzamar Santos, extensionista do Idam e coordenador do Projeto Prioritário da Mandioca.

Suzamar e o engenheiro agrônomo e pesquisador da Embrapa, Antônio Sabino, estiveram nos municípios de Tefé, Alvarães e Uarini para escolher áreas mecanizadas para a implantação de URTs de mandioca utilizando novas tecnologias. As visitas aconteceram no período de 13 a 24  de setembro, e contaram também com a participação de representantes das prefeituras locais e do Instituto Federal do Amazonas (Ifam).

Ainda segundo Suzamar, já estão previstas para o final de outubro as visitas aos municípios de Maués e Tapauá.

A Embrapa se responsabilizará pelos insumos a serem utilizados nas áreas de plantio selecionadas nos municípios. Será elaborado um cronograma de envio dos insumos para cada município, e após a chegada dos insumos será feita uma agenda para a implantação das unidades.

“Já o Idam ficará com a capacitação dos produtores sobre beneficiamento, a ser realizada quando as unidades forem implantadas, o que está previsto para o início do período de chuvas”, concluiu Suzamar.

URT 

A Unidade de Referência Tecnológica (URT) é um modelo físico de sistema de produção, implantado em área pública ou privada, normalmente em fazendas de referência, visando a validação, demonstração e transferência das tecnologias geradas, adaptadas e/ou recomendadas pelo Sistema Nacional de Pesquisa Agropecuária (SNPA), considerando as peculiaridades de cada região.

FOTO/DESTAQUE: Divulgação/Idam

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email