ICC sobe para 1,7% em julho

Pesquisa de opinião pública da Fecomercio (Federação do Comércio do Estado de São Paulo) mostra que cresceu o nível de confiança dos consumidores na economia entre os meses de julho e agosto.
O ICC (Índice de Confiança do Consumidor) subiu 1,7%, para 126,2 pontos. O indicador oscila entre zero (pessimismo total) e 200 (otimismo total), sendo que uma leitura acima de 100 já indica uma visão otimista do consumidor.
De acordo com a Federação, o maior aumento de confiança na economia ocorreu entre os consumidores com renda inferior a dez salários mínimos -o ICC calculado para essa faixa de renda cresceu 0,2%. Já entre os consumidores com renda superior a dez salários, o ICC teve ajuste de somente 0,1%.
Por faixa etária, os consumidores com menos de 35 anos estão mais otimistas -o ICC estimado para esse grupo cresceu 1,4%- enquanto caiu o ICC calculado para os consumidores acima dessa idade -uma baixa de 1,8%.
Na divisão por sexos, o ICC apenas dos consumidores masculinos subiu 1,7%, e o grau de confiança das mulheres na confiança caiu 1,1%.
A Federação busca explicar essas disparidades ao abrir os componentes do ICC, formado por dois sub-índices: um que mensura o nível de confiança no presente (ICEA) e outro, no futuro (IEC). Em agosto, o ICEA (avaliação sobre o presente) caiu 2,5%.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email