IBGE eleva projeção para safra de grãos

O IBGE (Instituto Brasileiro de Geo-grafia e Estatística) elevou a estimativa para a safra nacional de grãos em 2008. A segunda projeção do ano aponta para uma produção de cereais, leguminosas e oleaginosas que some 139 milhões. A previsão de janeiro era 2,3% menor, ficando em 136,5 milhões de toneladas.
A estimativa é 5,1% superior à safra de 132,9 milhões de toneladas obtida no ano passado, que foi recorde.
A plantio total ocupa uma área de 46,7 milhões de hectares, 1,2% maior que o período 2006/07. O principal aumento está nas lavouras de soja, com 1,6% a mais (de 20,7 para 21 milhões ha). O milho 1ª safra cresceu 1,5 % (de 9,49 para 9,64 milhões ha) e o 2ª safra 7,3% (de 4,56 para 4,89 milhões ha).
Por outro lado, houve queda de 14,3% na área do feijão 1ª safra (de 1,56 para 1,34 milhão ha) e o algodão que teve uma pequena redução de 0,5%.
A soja terá a maior área cultivada, com 21 milhões de hectares. O milho terá, segundo a estimativa, área plantada de 14,5 milhões de hectares, e o arroz, de 3 milhões de hectares. Estes produtos representam 91,1% da produção nacional estimada.
A estimativa aponta que a região Sul terá safra de 60,1 milhões de toneladas, seguida pelo Centro-Oeste, com 47,7 milhões de toneladas, e pelo Sudeste, com 16,4 milhões de toneladas.
As menores produções, segundo a projeção, serão do Nordeste, com 11,9 milhões de toneladas e do Norte, com 3,5 milhões de toneladas. As projeções dos 25 produtos analisados indicam alta de produção em 16 deles, na comparação com o ano passado. Entre eles, estão o amendoim em casca 1ª safra (25%), arroz em casca (9%), aveia em grão (4,5%), batata-inglesa 2ª safra (0,1%), batata-inglesa 3ª safra (11,4%), café em grão (23,0%), cana-de-açúcar (6,7%), cevada em grão (12,4%), feijão em grão 2ª safra (14,4%), mandioca (1,4%), milho em grão primeira safra (5,8%), milho em grão 2ª safra (13,2%), soja em grão (2,4%).
Apresentaram queda na segunda estimativa, em relação a 2007, o algodão herbáceo em caroço (-0,3%), amendoim em casca 2ª safra (-5,5%), batata-inglesa 1ª safra (-4,9%), cacau em amêndoa (-3,7%), cebola (-10,6%), feijão em grão 1ª safra (-1%), feijão em grão 3ª safra (-2,2%), laranja (-2,4%) e trigo em grão (-4,9%).
De janeiro para fevereiro, o IBGE revisou para cima as projeções para a soja (2,3%), amendoim em casca (19,3%), café (6,6%), milho em grão 2ª safra (12,3%) e feijão em grão 2ª safra.

Safra deve
crescer 5,8%

As condições climáticas favoráveis devem fazer com que a safra de grãos deste ano bata um novo recorde. A Conab (Companhia Nacional de Abastecimento) estima que a colheita do período 2007/2008 deverá chegar a 139,3 milhões de toneladas, o que representa um crescimento de 5,8% sobre a safra 2006/2007.
Os dados do sexto levantamento da safra atual foram divulgados pela Conab e Ministério da Agricultura. Na comparação com os dados divulgados no mês passado, o crescimento é de 2,2%.
Um dos principais motivos para esse crescimento deve-se ao plantio de soja. A safra deste grão deverá totalizar 59,3 milhões de toneladas, seguido do milho, com 55,3 milhões de toneladas. Outro destaque é a cultura do arroz, com 12 milhões de toneladas previstos na safra 2007/2008.
Entre as quedas, a mais significativa está no feijão de 1ª safra, com 1,35 milhão de tonelada, queda de 3,6% em relação a previsão anterior. Isso ocorreu, segundo a Conab, devido à má distribuição das chuvas durante o início do ciclo desse grão.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email