Honda e Nokia chegam com novidades

As empresas Moto Honda e Nokia, líderes em produção nos segmentos de duas rodas e de telefonia móvel, respectivamente, são duas das cem maiores fábricas do PIM (Polo Industrial de Manaus) que estarão presentes na quinta edição da Fiam (Feira Internacional da Amazônia). Entre os destaques da Moto Honda está o lançamento de duas motocicletas flex (movidas à gasolina e álcool) e o crescimento no nível de vendas. A Nokia apresentará as novidades tec­no­lógicas desenvolvidas pelo INdT (Instituto Nokia de Tecnologia) para sua linha de aparelhos.
De acordo com o gerente de relações públicas para a América do Sul da Moto Honda, Sérgio Pagnanelli, a unidade da capital amazonense é a maior do mundo. “Nossa planta de Manaus tem aproximadamente 50 mil funcionários, se contarmos os empregos diretos e indiretos, e tem capacidade para produzir até 2 milhões de motocicletas por ano, sendo a maior e mais importante planta da empresa”, comemorou.
O executivo afirmou ainda que a marca é a única a produzir modelos bicombustíveis no Brasil e que apesar da crise financeira internacional, as vendas dos modelos mais caros não diminuiu. “As vendas para as classes A e B, de modelos com valores comerciais mais expressivos, se mantiveram mesmo com a crise. Mas, tivemos uma leve redução na comercialização de unidades populares, devido às dificuldades na liberação de crédito. Mesmo assim, mantivemos o nível de vendas”, ponderou Pagnanelli.

Volume de vendas

Dados da Abraciclo (Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ci­clomotores, Motonetas, Bi­ci­cletas e Similares) revelam que o volume de vendas do ano passado, no período de janeiro a outubro, referente à Moto Honda correspondeu a 75% do mercado. As sete fabricantes da época venderam 1,6 milhão de motocicletas, sendo que 1,2 milhão foram originárias da fabricante japonesa.
As estatísticas da associação para este ano contabilizam a existência de dez fabricantes e a comercialização de 1,3 milhão de veículos no mesmo espaço de tempo. A fatia da Honda corresponde a 76,93%, ou seja, 1 milhão de unidades.
Outra atração da fábrica a ser apresentada na feira será o projeto Clubinho Honda: Trânsito Amigo, destinado à educação de crianças quantos às questões inerentes ao trânsito. “A finalidade é despertar nas crianças o interesse pelo trânsito, para que desde cedo aprenda o que é correto fazer dentro de um veículo”, explicou o gerente de relações públicas da montadora japonesa.

Tecnologias em telefonia

A FNE (Fundação Nokia de Ensino) juntamente com o INdT (Instituto Nokia de Tecnologia) integrarão o estande de exposições da Nokia, onde estarão os 15 aparelhos de telefonia móvel fabricados no PIM. O destaque fica por conta do modelo Nokia 5800 Comes with Music, que, segundo o fabricante, diminuirá os índices de aquisição ilegal de músicas no ambiente online.
“Um dos projetos a serem mostrados é o Nokia Data Gathering, que consiste de quatro módulos que permitem a transferência ágil de informações, quase em tempo real, auxiliando empresas a coletarem dados usando celulares, em vez de formulários de papel, palm tops ou notebooks”, divulgou a diretoria de comunicação social da Nokia no Brasil.
Alguns dos aplicativos utilizados atualmente nos aparelhos da empresa foram desenvolvidos pelo instituto de pesquisa, com unidades em Manaus, Brasília e Recife, e estarão à disposição dos visitantes da Fiam.
Apesar de não disponibilizar informações específicas sobre a produção e faturamento dos produtores de aparelhos celulares devido a sigilo comercial, a Suframa (Superintendência da Zona Franca de Manaus) informou que a Nokia é a líder no segmento de telefonia móvel. A empresa ainda figura no segundo lugar da lista de empresas que mais faturam atualmente, no segmento de eletroeletrônicos, perdendo apenas para a LG. O quadro é completado ainda pela Samsung, Philips e Sony, nesta ordem.
A superintendência comunicou que o faturamento das empresas de eletroeletrônicos neste ano, até outubro, é de US$ 7.48 bilhões, sendo 26,66% inferior ao mesmo período do ano passado.
A Fiam é organizada pela Suframa e acontecerá entre hoje e sábado, 28, em Manaus, com previsão de injeção de R$ 13,2 milhões em volume de negócios na economia da Amazônia.

Investidores internacionais

O presidente do Jornal do Commercio, Guilherme Aluízio, recebeu o gerente de relações públicas para a América do Sul da Moto Honda, Sérgio Pagnanelli, na sede do veículo de comunicação, ontem, durante a apresentação dos destaques da fabricante de motocicletas da Feira Internacional da Amazônia. Segundo Aluízio, a presença de grande investidores internacionais na região é de extrema importância para o Estado, considerando que a cada dez motos que circulam nas ruas do Brasil, sete são da marca Honda.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email