Hillary vence em Ohio, Texas e disputa prossegue

Com as vitórias -as primeiras depois de 11 derrotas seguidas contra Obama-, Hillary continua na corrida pela nomeação do partido, adiando o desfecho de uma disputa que tem se tornado cada vez mais acirrada. Já no campo republicano, o senador pelo Estado do Arizona John McCain venceu com folga nos quatro Estados (Vermont e Rhode Island, além de Texas e Ohio), o que fez com que o rival, o ex-governador do Estado do Arkansas Mike Huckabee desistisse da disputa. McCain ficou com 1.226 delegados no total, contra 251 do adversário.
Mesmo ultrapassando o “número mágico’’ de 1.191 delegados, McCain ainda permanece um pré-candidato: a nomeação oficial só deve vir no início de setembro.

Barack Obama ainda mantém a liderança

Entre os democratas, segundo a rede americana de TV CNN, mesmo com as derrotas nas duas primárias mais importantes de terça-feira (além da derrota em Rhode Island), Obama mantém a dianteira, com 1.451 delegados (incluindo nesse resultado 194 superdelegados); Hillary, por sua vez, tem 1.365 no total (incluindo 238 superde-legados). No Texas, a disputa foi em duas etapas: primárias e caucus. Com 99% dos resultados nas primárias apurados, Hillary tinha 51% dos votos, contra 48% de Obama; já nos resultados dos caucus, a senadora tinha 52%, contra 48% do adversário, com 36% da apuração feita até 5h25 (em Brasília), segundo a última atualização apresentada pela CNN. Apesar da vitória aper-tada nas primárias no Texas, em Ohio a senadora ganhou com folga, ficando com 54% dos votos, contra 44% de Obama, segundo a CNN.
“Nenhum candidato na história recente -democrata ou republicano- conquistou a Casa Branca sem vencer nas primárias em Ohio’’, disse a senadora Hillary, em um evento na cidade de Columbus, no Estado.

Bush declara apoio a John McCain

O presidente norte-americano, George W. Bush, declarou seu apoio ao pré-candidato republicano à Presidência dos EUA, John McCain. O encontro aconteceu na Casa Branca.
Nas últimas semanas, Bush tem defendido as credenciais de McCain como um candidato conservador -ainda que ele seja visto de um modo geral pelo partido como portador de uma visão mais liberal. McCain foi ainda um forte crítico de Bush em 2000, quando este foi o candidato republicano. “O presidente diz que espera com ansiedade para fazer campanha pelo partido e na quarta-feira ficou claro que o nomeado do partido será o senador John McCain’’, disse a secretária de imprensa da Casa Branca, Dana Perino.
Bush telefonou para os rivais de McCain que deixaram a disputa -Mike Huckabee, Mitt Romney e Fred Thompson- para cumprimentá-los por suas campanhas. Segundo a Casa Branca, Bush também deverá telefonar para Rudolph Giuliani -que dispu-tou a nomeação republicana.
Questionada sobre as discordâncias entre McCain e Bush, Perino disse que “elei-ções tem a ver com mudar e seguir em frente. (McCain) forjou seu próprio caminho e ele terá de preparar sua argumentação para dizer por que os eleitores deveriam votar nele nas próximas eleições’’.
O senador republicano pelo Texas Kay Bailey Hutchison disse que McCain poderá agora se concentrar em consolidar seu apoio entre a base conservadora do partido -que apoio, em sua maioria, outros candidatos, segundo a rede de TV CNN.
“Acredito que o apoio do presidente Bush certamente irá ajudar muito neste sentido’’, disse Hutchison, segundo a CNN. “John McCain vai ser muito voltada para nossa base e para as pessoas que ele quer que o apoiem com todas as forças’’.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email