Harley-Davidson surpreende

Após vários anos de queda nos relatórios financeiros, a Harley-Davidson publicou relatório com números surpreendentes que mostram que a marca está em uma posição melhor do que os analistas esperavam. E os resultados podem ser uma boa notícia para o foco da empresa na produção de motocicletas (motos) elétricas.

De acordo com um comunicado oficial, a Harley-Davidson gerou um lucro ajustado por ação (LPA) de US$ 1,68 durante o primeiro trimestre de 2020, quase o dobro do esperado pelos analistas. A marca também registrou alta na receita de motocicletas este ano para algo entre 30% e 35%, 10% a mais do que previsto pela empresa.

Com a publicação dos resultados, o preço das ações da Harley-Davidson subiu 9,85%.

E mesmo com o foco atual, a Harley-Davidson já é uma das primeiras fabricantes a se comprometer com o desenvolvimento de um modelo de duas rodas elétrico. Em 2014, o projeto da LiveWire teve início, e a primeira moto da Harley-Davidson elétrica chegou nas estradas cinco anos depois. Inclusive, de acordo com a empresa, o veículo é a motocicleta do gênero mais vendida da América do Norte atualmente.

Como parte do plano, foram divulgados esboços de design e detalhes adicionais sobre até quatro novos modelos elétricos, incluindo uma nova moto da Harley-Davidson elétrica mais barata e até bicicletas. Esperava-se que alguns desses modelos se juntassem ao LiveWire em 2022, mas a pandemia de covid-19 afetou os planos da empresa.

Então, graças ao seu início precoce no desenvolvimento de motocicletas elétricas e aos bons resultados recentes, a Harley-Davidson tem uma vantagem de muitos anos sobre seus concorrentes no espaço. Se a empresa for capaz de capitalizar esse proveito, pode dar à empresa a garantia necessária para reconstruir suas vendas e reviver a marca.

Foto/Destaque: Divulgação

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email