Harley-Davidson: elétrica mais barata

A Harley-Davidson resolveu lançar uma versão mais em conta da moto elétrica LiveWire para tentar aumentar o volume de vendas do modelo. Com a nova One, a marca apenas mantém o mesmo motor de 106 cv e 11,9 kgfm de torque da versão mais cara, o que significa que a novidade continua com o bom desempenho que inclui uma aceleração de 0 a 100 km/h em meros 3 segundos, conforme a fabricante.

Ainda de acordo com a Harley-Davidson , a LiveWire One tem autonomia de até 235 quilômetros na cidade e de 153 km no uso combinado (cidade/estrada).

A marca americana também diz que a nova moto elétrica é capaz de atingir 177 km/h de máxima. Outro dado interessante é que é possível fazer uma recarga com 80% da capacidade entre 40 e 45 minutos.

A grande diferença de preço entre a One e a outra versão da LiveWire deverá aumentar bastante o interesse pela moto elétrica, pelo menos é o que espera a Harley-Davidson.

São exatos R$ 42 mil entre ambas. A Harley-Davidson Live Wire One estará disponível a partir de 2022, com preço sugerido de US$ 21.999 (R$ 115.710), ante US$ 30 mil (R$ 157.794) da versão mais cara.

Fernando de Noronha terá apenas carros elétricos circulando até 2030

Iniciativa faz parte do projeto “Noronha Carbono Zero” – Foto: Divulgação

O Arquipélago de Fernando de Noronha será o primeiro território brasileiro a banir os carros com motores a combustão. Até 2030, o governo de Pernambuco (que administra as ilhas) pretende impedir no local a circulação de veículos movidos a etanol, gasolina ou diesel.

Batizado de “Noronha Carbono Zero ”, o projeto prevê que o banimento seja feito em duas etapas: na primeira, que entra em vigor a partir de 10 de agosto de 2022, será proibida a entrada no arquipélago de novos automóveis a combustão, sendo permitida a circulação apenas dos veículos “importados” até a data.

O prazo se encerra em 10 de agosto de 2030, quando toda a frota local deverá ser composta por carros de passeio e veículos comerciais de propulsão limpa.

Aproveitando a deixa, a Renault iniciou a venda de carros elétricos com condições especiais para os moradores locais.

Kia vai trazer o SUV Stonic com sistema híbrido leve ao Brasil

Marca não diz a data da chegada do novo modelo – Foto: Divulgação

Entre os novos SUVs compactos que vão chegar ao Brasil em breve teremos o Kia Stonic com o mesmo motor 1.0 turbo do Hyundai HB20 e sistema híbrido leve. A fabricante não diz a data de chegada do novo modelo, apenas confirma que o carro será trazido ao país. Feito sobre a mesma base do compacto Rio, terá entre os rivais o novo Fiat Pulse.

No sistema híbrido leve , não há tração do motor elétrico, que apenas ajuda o motor a combustão e contribui no momento da partida e em acelerações e recupera energia de forma passiva. Portanto, não precisa ser plug-in. O Stonic que chegará ao Brasil terá 120 cv e 17,5 kgfm de torque com câmbio automatizado, de dupla embreagem e sete marchas, além de tração apenas dianteira.

Foto/Destaque: Divulgação

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email