Guia reúne o melhor de São Paulo na hora de escolher o programa

Programa de índio, nunca mais. Para quem quer um bom programa fora de casa com as crianças, a Publifolha acaba de lançar a versão atualizada do Fuja de Casa com as Crianças, um guia que oferece aos pais, tios, avós, padrinhos e professores as melhores atrações de São Paulo, perto da capital, interior e litoral, especialmente escolhidas para crianças entre 2 e 10 anos de idade ou mais. O guia apresenta as melhores opções de lazer, cultura, entretenimento e gastronomia da capital paulista e atividades e passeios que podem ser feitos a até 35 quilômetros da cidade. Oferece também dicas de viagens para o interior e o litoral, a até 250 quilômetros do centro, além de um capítulo exclusivo e inédito, com dicas de viagens para outros Estados, para crianças de até 12 anos. Criado pela AF Guias de Viagem, o Fuja de Casa com as Crianças é especialmente voltado para a diversão dos pequenos. Bibliotecas, brinquedotecas, cursos, locais de hospedagem especial de férias, restaurantes apropriados para menores, teatros, esportes e outras atrações fazem do guia uma referência do lazer em São Paulo. Além de roteiros, reúne dicas de serviços oferecidos nos locais indicados, como fraldário, berçário, entre outros. “A primeira versão do guia foi um sucesso. Por isso, reeditamos e atualizamos o conteúdo para que os pais possam tirar o máximo de proveito nos passeios com os filhos”, explicou Adriana Salles Gomes, editora do guia. “Para composição desse guia, ouvimos especialistas em psicologia infantil e pedagogia, que mostram que crianças de idades diferentes se interessam por programas diferentes e que hoje em dia os passeios, além do prazer, contribuem muito para relacionamentos entre pais e filhos.” Adriana contou que, dependendo da faixa etária do pequeno, uma mesma atração deve ser visitada de uma forma diferente. “No zoológico, por exemplo, a criança de 2 anos se divertirá muito mais se a visita se concentrar nos animais de tamanho grande, como girafas e elefantes, enquanto a criança de 5 ou 6 anos sentirá mais curiosidade pelos animais que acha nojentos, como morcegos e cobras.” Repleto de informações sobre o desenvolvimento infantil e atividades que mais têm a ver com cada fase da vida, o guia separa as atrações por faixa etária (de 2 a 3 anos, de 3 a 5 anos, de 5 a 6 anos, de 7 a 8 anos, de 9 a 10 anos e mais de 10 anos), oferecendo serviços completos para cada dica, além de mapas de localização. “Para fugir de casa com as crianças, é preciso ter certeza do que vai encontrar em cada passeio. Caso contrário, a diversão fica muito condicionada ao circuito dos shoppings centers ou dos parques, tornando-se repetitivos”, disse Adriana. “Quanto maior conhecimento dos pais sobre as áreas escolhidas, mais ele pode contribuir para a alegria e ao desenvolvimento do filho.” Para dar mais interatividade à obra, foi criado o personagem Bóris, um cachorrinho muito simpático que aparece em algumas páginas para sugerir brincadeiras ou contar histórias.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email