Greenspan vê queda significativa em risco de recessão nos EUA

O ex-presidente do Federal Reserve (Fed, o BC americano) Alan Greenspan reconheceu que a probabilidade de uma recessão da economia americana “diminuiu um pouco” e que a possibilidade de uma recessão acentuada “caiu significativamente”, em uma entrevista ao jornal britânico “Financial Times” (“FT”).
“Ainda acredito que há uma probabilidade de mais de 50% de uma recessão”, disse. “Mas essa probabilidade recuou um pouco e acho que a probabiliade de uma recessão acentuada caiu significativamente”.
Segundo o “FT”, os economistas têm elevado suas expectativas quanto à economia americana nas últimas seis semanas. A base para o relativo otimismo está nos dados sobre o mercado de trabalho referentes a abril -quando foram eliminados 20 mil empregos no país. O dado marcou uma melhora em relação a março, quando foram fechadas 80 mil vagas. A economia americana recuou, entre o terceiro e o quarto trimestres do ano passado, de expansão de 4,9% para um fraco avanço de 0,6%. No primeiro trimestre deste ano, o avanço também foi de apenas 0,6%. Na quinta-feira, o governo deverá anunciar uma nova leitura prévia sobre o crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) referente ao primeiro trimestre deste ano.
Greenspan disse ainda ser “muito cedo pra dizer” se o pior da crise financeira já passou, e que isso vai depender dos movimentos nos preços dos imóveis. Segundo ele, os preços das casas devem cair outros 10% em relação aos níveis de fevereiro deste ano, e o declínio total deve chegar a 25%.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email