Gran Canária está pronta para o turismo

Gran Canaria é um dos destinos que começarão a se recuperar antes que a crise do coronavírus passe. Já é um dos primeiros cinco aeroportos espanhóis autorizados a receber vôos internacionais e seu porto também é um dos oito que podem começar a receber cruzeiros. O governo está estudando a possibilidade de abrir "corredores" ao turismo internacional nas Ilhas Baleares e Canárias. Além disso, a ilha recebe um grande número de turistas da própria Gran Canaria e do resto das ilhas do arquipélago, bem como da península.

A ilha já começou a se preparar para isso, o Turismo de Gran Canaria investirá até 20 milhões de euros em projetos que visam reviver a imagem de Gran Canaria e reabilitar a infraestrutura turística. Da capital da ilha, é especialmente enfatizado que as Ilhas Canárias em geral, e Gran Canária em particular, resistiram à pandemia de uma maneira particularmente favorável, de modo que é um destino seguro em termos de saúde e em termos de segurança pública.

Um continente em miniatura. Assim é definida Gran Canaria. No pequeno círculo que forma a ilha central das Ilhas Canárias, é possível encontrar todos os climas, desfrutar de um enorme contraste de paisagens, sentir todas as emoções. Atravessando os escassos cinquenta quilômetros que separam uma costa da outra, em qualquer uma das direções, você pode ir das areias quentes que formam suas praias aos picos brancos de seu cume mais alto, que leva o nome simbólico de Pico de las Nieves, com 1.950 metros de altura. No caminho, você descobrirá majestosas caldeiras, ravinas e falésias vertiginosas no mar, vales suaves cobertos de vegetação, pequenas aldeias pitorescas …

Mas a principal aventura, a melhor descoberta é a das pessoas que habitam esses lugares. São receptivas, amigáveis, curiosamente abertas, apesar de morarem em uma ilha. Pessoas que ajudam o viajante distraído, que orienta os perdidos, que compartilham suas vidas e experiências – e comida e bens, se for o caso – com aqueles “góticos” peninsulares, continentais do mundo que viajam por suas terras querendo acumular toda a sua terra em poucos dias.

A visita à ilha geralmente começa na capital e, por mais forte que seja a tentação de ir às imensas praias do Sul ou descobrir seu interior deslumbrante, vale a pena gastar um tempo. É também a forma mais lógica e a que melhor se adequa à sua própria história. A arquitetura neocolonial, representada em pontos de referência como a Catedral ou a Casa de Colón, mostra a forte personalidade atlântica de La Palmas de Gran Canaria, uma encruzilhada e culturas. O exterior neoclássico com alguns barrocos esconde interior do final do período gótico com belos tesouros, como o precioso Cristo de Luján Pérez.

Em Triana, bairro à beira-mar, a rua principal exibe as lojas da cidade e uma enorme vitrine do melhor que é feito no mundo. Perto fica a Calle Cano, onde fica o museu-casa Pérez Galdós, onde nasceu o autor dos Episódios Nacionais em 1843. Ele não é a única pessoa famosa de Gran Canaria: um edifício gigantesco dá nome a outro de seus filhos de maior prestígio: o Auditório Alfredo Kraus, um ícone de vanguarda da cidade.

NOVA EMBRATUR

O presidente sancionou, com vetos, a Lei 14.002, de 2020, que transforma a Embratur em uma agência com status de serviço social autônomo. O texto que cria a nova Embratur tem origem na medida provisória MP 907/2019, aprovada pelo Congresso na forma do PLV 8/2020. De acordo com a lei sancionada, a nova Embratur — Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo — tem a missão de planejar, formular e implementar serviços turísticos. A norma também trata de benefícios tributários sobre o pagamento de leasing de aeronaves e motores da aviação comercial.

NASA REABRE

Crédito: Divulgação

O Nasa kennedy Space Center Visitor Complex voltará a receber visitantes a partir da próxima semana, no dia 28 de maio. Em uma fase inicial, o parque adotará medidas e procedimentos como parte do programa Trusted Space, que tem como premissa manter os visitantes e funcionários seguros a saudáveis. Mas algumas precauções serão tomadas: participação limitada e incentivo à compra antecipada pelo site do Complex com data e horário; Obrigatoriedade de máscaras faciais para funcionários e turistas;  distanciamento social em filas, restaurantes e outras instalações em todo o complexo de visitantes.

PONTA NEGRA

Crédito: Divulgação

Interditado desde o dia 22 de março devido a pandemia da Covid-19, o Complexo Turístico Ponta Negra, na zona Oeste, recebeu serviços de manutenção pela Prefeitura de Manaus, incluindo um trabalho na praia perene. Esse trabalho de manutenção é feito periodicamente no espaço. E, durante esse período de pandemia, a Comissão da Ponta Negra identificou duas grandes erosões em toda a extensão da praia que necessitavam de uma atenção especial e de reparos. Equipes técnicas do Implurb e da Seminf realizaram a correção de erosão provocada pelas fortes chuvas.

SETOR DE EVENTOS

Crédito: Divulgação

Estudo desenvolvido pela Ubrafe, em parceria com Sebrae e a Abeoc, divulgou dados sobre impactos causados pela pandemia da covid-19. Segundo a análise, a crise afetou 98% do setor de eventos. A pesquisa aconteceu entre os dias 14 e 22 de abril e contou com 2.702 entrevistados. Referente aos eventos cancelados, 35% renegociou créditos para utilização, enquanto 34% optou pela alternativa de devolver recurso para o contratante ou algum fornecedor. Outros 16% não havia recebido ou não tinha a antecipação do pagamento.  O levantamento aponta que 12 eventos foram cancelados, em média.

LATAM EM APUROS

O Grupo Latam Airlines entrou com um pedido de recuperação judicial englobando Estados Unidos, Chile, Peru, Colômbia e Equador. No entanto, Argentina, Paraguai e Brasil não estão no processo. A ação foi requerida devido os impactos da covid-19. Em comunicado oficial, a companhia declarou que “anuncia reorganização para garantir sustentabilidade no longo prazo”. Cerca de R$2 bilhões estão em discussão com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) há mais de um mês. A Latam também está em negociação com Chile, Brasil, Colômbia e Peru.

NOVO PRESIDENTE

Mario Franco, diretor da Royal Caribbean no Brasil, assume, no próximo dia 1º de junho, o cargo de presidente do Conselho de Administração da Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos (Clia Brasil). O executivo substitui Estela Farina, diretora geral da Norwegian Cruise Line (NCL), que assumiu o conselho em 2018 e segue como conselheira da entidade ao lado de Adrian Ursilli, diretor geral da MSC Cruzeiros no Brasil, e Renê Hermann, presidente institucional Brasil da Costa Cruzeiros. O novo presidente quer continuar o trabalho já desenvolvido, com foco em segurança, bem-estar e saúde.

REABERTURA

Parte da economia do Amazonas começa a voltar à normalidade na próxima segunda-feira. Um dos setores mais fortes, o comércio, será o primeiro a receber a liberação do Estado para funcionar. Claro que as restrições ainda serão muitas: uso de máscaras, sem aglomeração, fluxo controlado de pessoas e, o mais importante, participação da comunidade. É hora de todos entenderem que todos devem fazer a sua parte para evitar novo surto que possa colocar tudo a perder novamente. Não é hora de individualismo. O coletivo deve prevalecer para a segurança geral. Vamos com fé!

Fonte: Paulo Roberto

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email