Gradiente vende ativos da marca Philco por R$ 22 milhões

A Gradiente Eletrônica comunicou ontem a venda da marca Philco, pelo preço de R$ 22 milhões, dois anos depois de tê-la adquirido do grupo Itausa (controlador do banco Itaú). De acordo com nota oficial distribuída à imprensa, a marca foi adquirida por investidores que estão em processo de licenciá-la para a Britânia Eletrodomésticos, fabricante de eletroeletrônicos e eletroportáteis, itens da linha branca e produtos para beleza.
O valor pago pelos investidores é a metade do que a Gradiente depositou para adquirir os negócios da Philco, porque nessa transação a fábrica instalada no PIM (Pólo Industrial de Manaus) e os equipamentos não foram objeto de alienação e permanecem em propriedade da companhia. Segundo o comunicado oficial, a negociação entre a Gradiente e os investidores iniciou em meados de junho deste ano e teve o saldo de sua liquidação financeira concluído ontem.
A nota diz ainda que a Britânia, indústria sediada em São José dos Pinhais (Paraná), vai utilizar a marca em uma nova linha de produtos. “Em função dessas transações a companhia analisará com a Britânia as oportunidades de sinergia que possam existir entre as atividades das empresas na concepção, produção, comercialização e serviços de pós-venda dos produtos Philco, atuais e futuros”, informou a Gradiente, deixando claro o estreitamento de relações.

Serviços serão prestados até dezembro

A direção da Gradiente esclareceu ainda que vai continuar prestando os serviços de pós-venda normalmente para os produtos Philco por ela vendidos até o fim de 2007.
A venda de parte dos ativos adquiridos junto à Itautec pode ser uma medida da Gradiente para equilibrar suas finanças. O balanço patrimonial divulgado pela corporação em dezembro de 2006 mostra que a empresa teve um prejuízo de R$ 114,48 milhões no exercício passado.
Em 2005, quando adquiriu a totalidade dos ativos da Philco, a Gradiente buscava reforçar sua presença na ‘linha marrom’, consolidando-se ainda mais nos segmentos de DVD player, áudio e televisores.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email