Governo vai investir US$ 28 mi

Governo investirá US$ 28 milhões em ciência e tecnologia até 2010, anuncia Lula O governo federal investirá US$ 28 milhões em ciência e tecnologia até 2010, no Plano Nacional para Ciência e Tecnologia.

O anúncio foi feito na segunda-feira pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em Blumenau (SC). O plano foi lançado oficialmente nesta terça-feira, em Brasília.
De acordo com o presidente, o plano é resultado de discussões entre governo, empresários e a comunidade científica, e não um projeto de apenas um ministério.
“Queremos apresentar um programa não para o meu governo, mas para o país”, afirmou o presidente Lula, na abertura do Encontro Empresarial Brasil-Alemanha.
O presidente Lula informou que o governo anunciará a proposta de política industrial dentro de 15 dias, com forte “inovação tecnológica”, e encaminhará ao Congresso Nacional até o dia 30 a reforma tributária.

O presidente disse que a reforma deve atender as necessidades dos governos federal, estaduais, municipais e dos empresários e dar ao país uma “política de tributo compatível com a inserção que o Brasil está adquirindo no mundo”.

Lula voltou a enfatizar o bom desempenho da economia e conclamou os alemães a investirem cada vez mais no país. “Temos todas a chances de fazer o país crescer mais. Não importa se for 5%, 4,7% ou 5,5%. O que importa é que qualquer número que crescer precisa crescer para todos, para os empresários, mas também para a parte mais pobre, que durante o século passado foi esquecida nesse país”, disse o presidente.

Lula justificou ainda os investimentos de seu governo na criação de escolas técnicas e extensões universitárias. “Sem investimento na educação, o nosso discurso termina no dia seguinte. Deixa de ser um vôo de um pássaro que quer ser gigante para ser o vôo de uma galinha que não consegue ultrapassar dez ou 15 metros”, observou o presidente.

Industrial destaca importância de verbas

O presidente da Confederação Alemã da Indústria, Junrgen Thumann destacou na segunda-feira a importância investir em tecnologia e educação para ter mercados mais competitivos, tanto em seu país quanto no Brasil.

Depois de elogiar o momento econômico pelo qual o Brasil passa Thumann aconselhou os brasileiros a cobrar do governo condições para manter esse estágio. “Sugiro aos brasileiros que aproveitem esse momento e influenciem (participem) para diminuir gastos públicos e a burocracia”, disse o executivo.

O executivo considerou positiva a escolha da cidade de Blumenau, para o sediar o encontro, já que a cidade representa o entrelaçamento das duas culturas.

Thumann destacou a importância do programa brasileiro de biocombustíveis, que segundo ele é referência mundial. Na avaliação do executivo, porém, que o país assim como a Alemanha, precisa de mais investimentos em infra-estrutura. Essa é, para ele, a condição necessária para o país crescer.

Recursos indispensáveis

Thumann criticou a falta proteção do governo aos investimentos estrangeiros e disse que esses recursos são indispensáveis para melhorar a infra-estrutura.
Para o ministro da Economia e Tecnologia alemão, Michael Glos, a relação comercial do Brasil com seu país é boa, mas pode melhorar. Ele destacou a força da agricultura brasileira, mas disse que o país também tem desenvolvimento tecnológico.

Glos afirmou que, mesmo depois de o país ter encontrado um megadepósito de petróleo é importante continuar com a pesquisa de fontes alternativas de energia.

Glos e Tumann participaram, na manhã de segunda-feira da abertura do Encontro Econômico BrasilAlemanha, que reuniu dois eventos: o 25º Encontro Empresarial e a 34º Reunião da Comissão Mista de Cooperação Econômica.

Uma das principais metas do evento é estreitar as relações comerciais entre os países. A Alemanha, responsável pela aquisição de 4,4% das exportações e por 7,1% das importações brasileiras nos dez primeiros meses deste ano, é o quinto maior parceiro comercial do Brasil.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email