29 de junho de 2022
Prancheta 2@3x (1)

Governo vai investir R$ 2,7 bi na venda de produtos agrícolas

O diretor do Departamento de Comercialização e Abastecimento Agrícola e Pecuário, José Maria dos Anjos, prevê para este ano que o arroz, o algodão e a soja

O Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) deve aplicar R$ 2,7 bilhões em operações de apoio à renda dos produtores, mecanismos de compras e equalização de preços em 2008.

O diretor do Departamento de Comercialização e Abastecimento Agrícola e Pecuário, José Maria dos Anjos, prevê para este ano que o arroz, o algodão e a soja deverão demandar mais apoio à comercialização.

Segundo ele, a atuação do governo contribui para a manutenção da renda dos produtores, “especialmente diante da oscilação de preços dos produtos no mercado”. “Já as vendas dos estoques ajudam na estabilização dos preços ao consumidor”, acrescenta.

Segundo o Mapa, o governo tem procurado melhorar as ferramentas de intervenção no mercado para garantir a aplicação dos recursos públicos e atrair recursos privados para o apoio à comercialização.

Entre as medidas, o ministério cita o Pepro (Prêmio Equalizador Pago ao Produtor), criado em 2006, propiciou a negociação de 8.563 mil toneladas de algodão, café, milho, feijão e soja, na safra 2006/07.

hões de toneladas

Em 2007, quando o governo federal aplicou R$ 2 bilhões na comercialização (mecanismos de aquisição de produtos e de equalização de preços) de 12,8 milhões de toneladas de grãos e fibras (algodão, arroz, café, feijão, milho, sisal, sorgo, soja e fécula de mandioca e de trigo).

Foram vendidos também 2,4 milhões de toneladas de produtos dos estoques públicos, com receita de R$ 803 milhões.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Anúncio

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email