Governo nega retirada da desoneração da folha

O ministro José Múcio Monteiro (Relações Institucionais) desmentiu as centrais sindicais ontem e negou que o governo tenha retirado da proposta de reforma tributária

O ministro José Múcio Monteiro (Relações Institucionais) desmentiu as centrais sindicais ontem e negou que o governo tenha retirado da proposta de reforma tributária a desoneração da folha de salários. Segunda-feira, à noite, ao sair de um encontro com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, representantes das centrais disseram que a redução da contribuição patronal à Previdência Social ficaria de fora da reforma tributária.
Ontem, Múcio negou que o governo já tenha tomado essa decisão. Ele afirmou que o tema ainda está em negociação e que a última palavra será dos técnicos. “A última palavra é dos técnicos do Ministério da Fazenda, que elaboraram a proposta. A idéia é atender aos reclames de que o sistema precisa de modificação”, afirmou.
Segundo Múcio, eventuais mudanças na proposta de reforma tributária serão negociadas no Congresso. “Na realidade, não está certo [que esse item será retirado da proposta]. Ontem, houve sugestões das centrais.”
O líder do DEM na Câmara dos Deputados, ACM Neto (BA) afirmou que o ministro da Fazenda, Guido Mantega, não se manifestou ontem sobre a retirada desse item da proposta de reforma tributária.
“Ainda estamos cautelosos com a proposta da reforma. É acanhada no que se refere à redução de tributos e simplificação de impostos”, disse ele após sair de reunião com Mantega e Múcio, no Ministério da Fazenda.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email