Governo estuda oferecer declaração do IR pronta em dois anos

O governo brasileiro planeja, dentro de dois anos, oferecer a declaração do Imposto de Renda Pessoa Física já calculada e pronta, restando ao contribuinte confirmar os dados ou fazer pequenas modificações quando necessário. A informação foi prestada pelo diretor-presidente do Serpro (Serviço Federal de Processamento de Dados), Marcos Mazoni.
Inicialmente, funcionários de alguns setores privados e servidores públicos federais, estaduais e municipais poderiam usufruir da facilidade e economizar tempo no preenchimento de formulários.
Segundo Mazoni, o sistema é inspirado em procedimento implementado no Chile. Segundo Mazoni, setores que já operam com a nota fiscal eletrônica (automobilístico, fumageiro e indústria farmacêutica), falta apenas implantar a escrituração eletrônica, que deveno próximo ano.
“Isso vai substituir os livros de contabilidade das empresas e nos colocar em condições, pelo menos no mundo empresarial, de ter o Imposto de Renda pronto, como hoje ocorre no Chile. Isso é um trabalho de dois anos, porque atualmente já podemos oferecer para todos os funcionários públicos”, afirmou.
No caso dos funcionários públicos, seria preciso apenas sincronizar as bases de dados. “O Serpro já é responsável pela folha de pagamento. Também saem das máquinas do Serpro aquelas declarações de quanto cada funcionário recebeu por ano. Então, é possível fazer de forma direta e ofertar o imposto de renda pré-pronto. Quanto aos funcionários das redes estaduais e municipais, é uma questão de sincronismo das bases de dados”.
Para o setor privado, além da nota fiscal eletrônica e da escrituração eletrônica, ainda é necessária uma articulação com cartórios para obter informações sobre a variação patrimonial.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email