Governo do Estado certifica policiais que irão gerenciar o Ronda do Bairro

O governo do Estado certificou, nesta quinta-feira, 7 de abril, os primeiros servidores do sistema de segurança pública que concluíram o curso de capacitação e atualização, nível tático, do programa Ronda do Bairro, uma das prioridades da gestão do governador Omar Aziz na área de segurança.
Os profissionais irão atuar como gestores das atividades a serem desenvolvidas no âmbito policial, com foco principal na maior aproximação da polícia com a comunidade.
Os 38 servidores, entre oficiais e delegados das polícias civil e militar, foram submetidos a treinamento intensivo, durante duas semanas e meia, com as noções e práticas necessárias a gerenciamento do Ronda do Bairro. De acordo com o comandante-geral da PM/AM (Polícia Militar do Amazonas), coronel Almir David Barbosa, os profissionais serão responsáveis pela parte operacional do programa.
“Estamos iniciando pelo caminho certo, que é a qualificação. Os policiais foram instruídos para que as propostas e metas do Ronda do Bairro sejam alcançadas, além de reforçar o conceito de polícia comunitária”, afirmou o comandante-geral, ao acrescentar que os passos seguintes consistem no planejamento e mapeamento das áreas da cidade com os índices de criminalidade mais elevados.
Segundo o coronel Almir David, a meta do governo do Estado, até o março do próximo ano, é capacitar pelo menos 2.220 homens, desde soldados e praças até comandantes de pelotão e delegados titulares e plantonistas.
Para padronizar os procedimentos a serem utilizados no Ronda do Bairro devem ser iniciadas mais dez turmas com uma média de 240 a 260 policiais em cada uma delas.
Esta semana foi iniciado o curso de treinamento, a nível de execução, para os primeiros 260 servidores – sargentos, cabos, soldados, escrivães e investigadores – das duas polícias que irão atuar diretamente nas ruas. “A ideia é que os policiais se tornem verdadeiros parceiros da população com habilidade para atendimentos específicos e soluções pacíficas de conflitos”, frisa o coronel Almir David.
A expectativa do comandante-geral da PMAM é de que o programa de segurança comece a operar até o fim deste ano, já com os 2,4 mil policiais que irão integrar o efetivo da corporação através de concurso em andamento. “Possivelmente, daqui a seis meses, teremos a primeira turma dos novos policiais militares que irão entrar já focados no Ronda do Bairro”.
O Ronda do Bairro prevê o posicionamento, a cada raio de 3 km², uma ronda policial fixa composta de uma viatura, duas motos e 18 homens. Os investimentos para a execução do programa devem chegar aos R$ 200 milhões destinados à capacitações e aquisição de novos equipamentos. A estimativa é que o Estado tenha, até 2012, um efetivo de cinco mil novos policiais através de concursos públicos já anunciados.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email